São Borja tem 21 pessoas suspeitas de gripe suína e dois óbitos em investigação

Paula Laboissière Da Agência Brasil

São Borja (Rio Grande do Sul) - A cidade de São Borja (RS), próxima à fronteira com a Argentina, já registra 21 casos suspeitos de influenza A (H1N1) - gripe suína. Até o momento, uma morte foi confirmada na cidade, mas dois óbitos estão sendo investigados pela Secretaria de Saúde do município. Amostras foram encaminhadas ao Rio de Janeiro há cerca de 20 dias e os resultados ainda não foram divulgados.

Todos os pacientes que apresentam febre alta e dificuldade para respirar são encaminhados pelos postos de saúde da cidade para o Hospital Ivan Goulart. Lá, uma ala com cerca de 20 leitos foi isolada exclusivamente para atender quem pode ter contraído o vírus H1N1. A maioria dos pacientes é jovem e não apresentava nenhuma doença prévia, mas também há crianças e uma gestante.

De acordo com a enfermeira encarregada pelo controle de infecção do hospital, Beatriz Tavares, uma mulher está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com um quadro um pouco mais sério. Sobre as duas mortes investigadas, ela explicou que trata-se de um morador de São Borja e de uma turista que veio do Rio de Janeiro e que passava férias na cidade.

Apesar de garantir que a farmácia do hospital está bem abastecida com medicamentos próprios para combater a gripe suína, ela admitiu que o número de pessoas que procuram o ambulatório em lugar dos postos de saúde é grande. Outro problema é que já dentro do hospital alguns pacientes internados são mantidos nos mesmo quartos, ainda que o diagnóstico para a doença não tenha sido confirmado.

Do lado de fora do hospital, duas tendas do Exército e um ônibus cedido pela prefeitura de São Borja auxiliam no atendimento à população, mas apenas durante a semana e aos sábados e domingos à noite. Nas manhãs e tardes do fim de semana, um único médico é responsável pelo local.

A enfermeira disse que chegou a conversar com o prefeito da cidade, Mariovane Gotfried Weis, e que ele demonstrou "preocupação" diante dos casos suspeitos. Segundo Beatriz, ele mesmo concordou que o número de plantonistas no fim de semana é limitado e prometeu expandir a equipe já a partir da próxima semana.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos