Universidades terão 90 dias para resolver falta de professores

Da Agência Brasil

A Secretaria de Ensino Superior (Sesu) do Ministério da Educação deu prazo de 90 dias para que diversas universidades brasileiras possam resolver o problema de falta de professores em seu corpo docente.

A determinação, publicada no Diário Oficial da União de hoje (27), também suspende a abertura de novos cursos e a ampliação do número de vagas em sete instituições que obtiveram conceitos insatisfatórios no Índice Geral de Cursos (IGC) da instituição.

O despacho da Sesu invoca o cumprimento do Decreto 5.786/2006, segundo o qual as universidades podem criar ou extinguir cursos e programas ou até remanejar ou ampliar vagas nos cursos existentes, desde que cumpram os requisitos da lei. O principal deles estabelece que um quinto do corpo docente deve trabalhar em tempo integral e pelo menos um terço deve ter mestrado e doutorado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos