Fiocruz entrega 1° lote de remédio contra gripe suína feito no Brasil

Ana Sachs Do UOL Notícias* Em São Paulo

A Fiocruz entregou nesta quinta-feira (30) o 1º lote de medicamentos para tratamento da gripe suína fabricados no Brasil, um dia antes do prazo previsto. São 150 mil kits, cada um com 10 cápsulas, que já estão disponíveis para o Ministério da Saúde. Outros 60 mil kits, com 600 mil cápsulas, devem ser entregues até amanhã.

Segundo o diretor do Instituto de Tecnologia em Fármacos (Farmanguinhos), Heyne Felipe, foi um grande desafio conseguir cumprir o prazo do Ministério e entregar os medicamentos até o dia 31 de julho.

Com um dos lotes intermediários chegou a haver um problema de ajuste da umidade que foi rapidamente corrigido e não afetou a produção. Para o Ministério da Saúde, esta quantidade de medicamentos mais os 800 mil tratamentos que foram comprados do laboratório Roche e que estão sendo entregues até o final de setembro escalonadamente devem ser suficientes para tratar todos os brasileiros que precisem ser medicados contra a gripe suína.

O remédio é feito a partir de fosfato de oseltamivir, mesmo princípio ativo do Tamiflu, medicamento usado no tratamento do vírus influenza A (H1N1). Cada kit dá para uma pessoa, que toma duas cápsulas por dia, durante cinco dias. As 1,5 milhão de cápsulas foram desenvolvidas pela Farmanguinhos, fábrica de medicamentos da Fiocruz.

O remédio não é comercializado, e sua distribuição é centralizada pelo Ministério da Saúde, que envia os lotes aos Estados, respondendo às solicitações das Secretarias Estaduais de Saúde. Os Estados que receberão os novos kits da Fiocruz ainda não foram divulgados.

Apenas os pacientes com agravamento do estado de saúde nas primeiras 48 horas, desde o início dos sintomas, e as pessoas com maior risco de apresentar quadro clínico grave serão medicados com o fosfato de oseltamivir. Os demais terão os sintomas tratados de acordo com indicação médica.

O objetivo é evitar o uso desnecessário e uma possível resistência ao medicamento, assim como já foi registrado no Reino Unido, Japão e Hong Kong.

*Com informações da Agência Estado

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos