Mais duas cidades paulistas confirmam mortes por gripe suína

Flávia Albuquerque Da Agência Brasil Em São Paulo

As cidades de Ibitinga e Turiuba, no interior de São Paulo, confirmaram hoje (30) mais duas mortes em consequência da influenza A (H1N1) - gripe suína - no estado. Em Ibitinga, a vítima foi uma mulher grávida, de 38 anos, que procurou o serviço de saúde do município e foi medicada. Segundo informação da prefeitura de Ibitinga, como o quadro se agravou, a família optou por interná-la em no Hospital da Beneficência Portuguesa, em Araraquara, onde ela morreu no último dia 22. O resultado dos exames que confirmaram a gripe suína saiu no dia 28.

Em Ibitinga, as aulas da rede pública estadual e municipal e também das escolas particulares foram suspensas até o dia 17 de agosto. Os pais de crianças pequenas foram orientados a não levá-las para as creches da cidade, se elas apresentarem sintomas de gripe. Para os proprietários de bares e restaurantes, a recomendação é deixar o ambiente bem higienizado e ventilado.

Um dos dois pronto-socorros da cidade, que atendem durante 24 horas, foi designado para atender apenas pacientes com gripe e doenças respiratórias. Os demais pacientes são encaminhados para a outra unidade.

Em Turiuba, cidade próxima a São José do Rio Preto, a vítima foi um homem de 58 anos, que já tinha complicações causadas por diabetes e hipertensão. Segundo a prefeitura de Araraquara, onde o paciente foi internado em um hospital particular, ele morreu no dia 22. O homem havia voltado de uma viagem à Paraíba. A prefeitura confirmou que a morte foi decorrente de gripe suína no dia 28.

Com isso, sobe para 30 o número de mortes por gripe suína em São Paulo.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos