Brasil manda de volta para o Reino Unido lixo enviado em contêineres

Luana Lourenço
Da Agência Brasil
Em Brasília

Um navio com 40 contêineres de lixo enviados ilegalmente ao Brasil pelo Reino Unido deixou hoje (3) o Porto de Rio Grande, no Rio Grande do Sul, por volta de 11h45.

O embarque do lixo no navio MSC Oriane começou a ser feito no sábado (1°). Por causa do mau tempo, com ventos de mais de 70 quilômetros por hora, a saída da embarcação foi adiada de domingo (2) para hoje.

Segundo informações do porto, o navio fará escala em Santos (SP) para recolher mais 41 contêineres de lixo, antes de seguir para Felixstow, no Reino Unido. A previsão é que o descarregamento da carga no porto britânico ocorra até o próximo dia 21.

Uma outra remessa de lixo, ainda sem previsão de data, terá que ser feita para despachar o conteúdo de oito contêineres, que foram abertos e esvaziados no porto de Caxias do Sul, também no Rio Grande do Sul.

No total, o Brasil recebeu mais de mil toneladas de lixo enviadas ilegalmente do Reino Unido. A empresa importadora havia informado que a carga era de polímeros de etileno e resíduos plásticos.

Mas a Receita Federal e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) encontraram - após uma denúncia anônima - fraldas usadas, pilhas, seringas utilizadas, lixo doméstico, preservativos, entre outros produtos.

Os importadores foram multados pelo Ibama e os responsáveis pela exportação estão sendo investigados pelas autoridades ambientais britânicas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos