Número de mortes por gripe suína no Brasil sobe para 116 após confirmações no Rio e no Paraná

Do UOL Notícias* Em São Paulo

Atualizada às 19h12

O número de mortes causadas pela gripe suína no Brasil subiu para 116 depois que Rio de Janeiro e Paraná confirmaram na tarde desta terça-feira (4) mais casos de pessoas que morreram após serem infectadas pelo vírus A (H1N1).

O governo do Rio de Janeiro confirmou mais três mortes por gripe suína. Com isso, o número de mortes no Estado subiu para 19.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil, dois pacientes eram da capital. Morreram uma mulher de 32 anos que sofria de obesidade e outra de 33 anos que tinha bronquite. O outro paciente era um homem de 30 anos. Ele era hipertenso e morava em Pinheiral, na região sul fluminense.

As três mortes foram registradas entre os dias 22 e 25 de julho.

Já a Secretaria de Saúde do Paraná confirmou 21 mortes relacionadas à gripe suína. As mortes ocorreram entre 14 de julho e esta terça-feira (4), e elevam para 25 o total de pessoas que morreram após serem infectadas pelo vírus H1N1 no Estado.

A maior parte das mortes é de pacientes que estavam internados com sintomas da gripe. Segundo a secretaria, 19 confirmações foram feitas após exames realizados pelo Lacen (Laboratório Central do Paraná). Os resultados ainda terão de ser validados pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz).

O anúncio foi feita após a visita do ministro da Saúde, José Gomes Temporão, a Curitiba. Ele participou de inauguração de um laboratório da Fiocruz na capital paranaense.

Gripe no mundo
A OMS (Organização Mundial da Saúde) registrou 162.380 casos de influenza A (H1N1) até o último dia 31. Foram confirmadas 1.154 mortes no período. Os dados se referem a 168 países, incluindo territórios ultramarinos e comunidades.

Todos os continentes foram afetados pela pandemia, de acordo com a OMS. Até o último dia 26, foram detectados seis casos da doença resistentes ao oseltamivir, o princípio ativo do remédio Tamiflu. Os casos foram registrados na Dinamarca, em Hong Kong, no Canadá e no Japão, que teve três casos resistentes. Os seis pacientes recuperaram-se da doença.

*Com informações da Agência Brasil

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos