Câmara deve rejeitar cobrança diferenciada para compras com cartão de crédito

Claudia Andrade
Do UOL Notícias
Em Brasília

A Câmara dos Deputados deve votar nesta quarta-feira (5) a Medida Provisória 460 sem a emenda que prevê cobrança diferenciada de preço para pagamentos realizados com cartão de crédito. A emenda foi incluída na MP durante a votação no Senado, mas será excluída pelo relator na Câmara, deputado André Vargas (PT-PR).

O texto alterava o Código do Consumidor, prevendo que não seria considerada abusiva a fixação de preço diferenciado "na venda de bens ou na prestação de serviços pagos com cartão de crédito em relação ao preço à vista, desde que o consumidor seja inequívoca e ostensivamente informado pelo fornecedor a esse respeito". Mais uma vez, contudo, a proposta deve ser barrada na Câmara.

Projeto havia sido aprovado pela Comissão Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle do Senado (CMA) em outubro do ano passado. Contudo, encaminhado à Câmara dos Deputados, foi arquivado em março deste ano. Até voltar novamente à pauta ao ser incluído na MP 460.

A medida provisória trata, originalmente, de benefícios às construtoras no âmbito do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida.

"Não podemos mudar o Código do Consumidor com uma emenda pequena em uma MP. Essa questão de sobrepreço é muito polêmica. Eu sou contra, porque acho que prejudica o consumidor. Ele já presume que pagará o mesmo preço se for em dinheiro ou em cartão", diz Vargas.

O relator da matéria defende ainda que todas as alterações referentes ao mercado de cartões de crédito sejam debatidas em conjunto. "Mas eu sou contra a cobrança diferenciada, seja o que for que o Banco Central disser", diz ele, referindo-se a um estudo realizado pelo Banco Central sobre a indústria de cartões de crédito.

Com base neste estudo, o Executivo está elaborando um projeto de lei para regulamentar o setor. O assunto tem sido debatido com parlamentares e empresas da área de cartões de crédito.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos