Rede pública de saúde de BH amplia atendimento para casos de gripe suína

Rayder Bragon Especial para o UOL Notícias Em Belo Horizonte

A Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte informou que todas as unidades de saúde da cidade passam a prestar atendimento em casos suspeitos de gripe suína. A medida entrou em vigor nesta quarta-feira e não tem prazo para terminar. Ao todo, serão 146 locais distribuídos entre postos de saúde (atendimento básico) e 8 unidades denominadas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento).

Na mesma linha, o hospital Odilon Behrens passou a oferecer ambulatório exclusivo para pacientes em dois contêineres instalados na área externa do prédio, com capacidade para atender 70 pessoas por dia.

A medida visa desafogar os 2 hospitais de referência para gripe suína na capital mineira: o Hospital das Clínicas da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e o Hospital Eduardo de Menezes.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, os profissionais da rede municipal já vinham recebendo treinamento para lidar com a doença e o público por meio de videoconferências.

Ontem, o HC havia restringido o acesso ao ambulatório montado para receber pessoas com sintomas da doença. Segundo a direção do hospital, somente terão acesso a atendimento casos que forem encaminhados pelo disque-epidemiologia (0800-2832255), pelos postos de saúde ou por médicos particulares. A medida levou em conta o grande número de pessoas que procuraram o local sem prévia triagem por profissionais de saúde, o que acarretou sobrecarga no atendimento.

Kits para escolas
As férias escolares em Minas Gerais foram estendidas até o dia 9 deste mês para que professores e funcionários de escolas fossem capacitados para lidar com a gripe suína. Durante a semana, estão sendo ministrados cursos e palestras ao corpo docente das escolas públicas.

A Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais informou ainda que 5 mil kits contendo orientações para os alunos e os pais serão distribuídos às escolas estaduais. Além de folhetos, cada conjunto do material dispõe de 100 luvas e 100 máscaras cirúrgicas. Segundo o órgão, professores, diretores e funcionários deverão utilizar o equipamento de proteção ao manter contato com alunos que apresentarem sintomas da doença. A orientação é que o estudante também receba máscara e seja encaminhado ao serviço de saúde. Os dirigentes de escola ainda deverão evitar aglomerações de alunos em espaços fechados e, se possível, alternar o horário de merenda das turmas.

Gripe Suína em MG
No Estado, foram confirmados até o momento 168 casos de pessoas contaminadas com a doença, e outras 462 estão sob suspeição, de acordo com dados revelados nesta quarta-feira pela Secretaria Estadual de Saúde.

Minas Gerais tem no momento 48 pessoas em isolamento hospitalar, todas internadas na capital. Até agora não foram confirmadas mortes pela gripe no Estado, mas o órgão de saúde espera análise de material colhido de três pessoas que morreram com sintomas da doença.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos