Porto Alegre tem primeira morte por gripe suína

Do UOL Notícias* Em São Paulo

Atualizado às 17h

O governo do Rio Grande do Sul confirmou nesta sexta-feira (7) a primeira morte por gripe suína em Porto Alegre. Ao todo, 33 pessoas morreram após contrair o vírus da influenza A (H1N1) no Estado.

A vítima é uma mulher de 23 anos, que morreu no dia 22 de julho. A Vigilância em Saúde afirmou que toda a família foi monitorada.

Até o momento, 71 casos da doença foram confirmados em Porto Alegre. Foram investigados 708 casos, sendo 475 da capital e 233 de outros municípios.

O secretário de Saúde do Rio Grande do Sul, Osmar Terra, anunciou ontem (6) o início das análises de exames para identificar o vírus da gripe suína no Lacen (Laboratório Estadual do Estado).

Segundo nota da secretaria, o laboratório recebeu autorização do Ministério da Saúde e matéria-prima importada dos Estados Unidos para realizar os exames. As operações foram marcadas para ter início hoje. O local terá capacidade para fazer 50 exames diários e entregar os resultados após 72 horas. Com isso, os testes gaúchos poderão ser divididos entre o Lacen e a Fundação Oswaldo Cruz.

Em outra medida para combater a gripe suína no Estado, o governo gaúcho criou um Disque Gestante (0800 642 0151) para dar informações sobre a doença a mulheres grávidas, que são um dos principais grupos de risco da doença. A estimativa é que existam 80 mil grávidas neste momento no Estado, pelo menos 55 com suspeita de ter contraído a gripe.


*Com informações da Agência Brasil

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos