Governo do Rio vai anunciar medidas para proteger gestantes

Isabela Vieira
Da Agência Brasil
No Rio de Janeiro

Embora a procura por atendimento médico por pessoas com gripe suína tenha caído nos últimos dias, o secretário de Saúde do Rio, Sérgio Côrtes, disse hoje (10) que vai anunciar nesta semana ações para evitar que mais gestantes sejam infectadas pela influenza A (H1N1) - gripe suína.

O secretário não descartou que as grávidas possam ser afastadas do trabalho, assim como determinou o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ). "Devemos anunciar amanhã ou quarta-feira uma ação exclusiva para a gestante em relação ao trabalho", afirmou durante um evento na Escola Nacional de Saúde Pública, na zona norte.

Ao comentar a iniciativa do tribunal, Côrtes disse que a decisão de afastar as grávidas do trabalho por 15 dias foi uma medida de precaução e responsável. "Agora vamos discutir mais profundamente para que seja para todas as gestantes no Estado."

Ao fazer um balanço do final de semana, o secretário ressaltou que caiu a procura pelos serviços de saúde, o que pode ser um dos sinais de melhora no quadro de evolução da doença no Estado. No entanto, destacou que essa avaliação ainda é imprecisa. Hoje, ele deverá receber um relatório sobre a distribuição do medicamento usado para tratar a influenza A (H1N1) - gripe suína.

"Identificamos uma redução importante na procura por atendimento, inclusive decréscimo na internação de gestantes. Porém, final de semana sempre é diferente. Temos que aguardar os três próximos dias para ver o comportamento não só dos centros de acolhimento, da distribuição do remédio [para a gripe suína], mas principalmente da internação de pacientes graves", explicou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos