Especialistas acreditam que medidas adotadas contra gripe suína no Rio foram acertadas

Vitor Abdala
Da Agência Brasil
No Rio de Janeiro

Especialistas ouvidos pela Agência Brasil acreditam que as medidas adotadas pelas autoridades sanitárias para conter a influenza A (H1N1) - gripe suína - no Rio de Janeiro foram acertadas. Apesar disso, eles mostram ceticismo em relação a pontos específicos das políticas dessas mesmas autoridades.

O chefe do Departamento de Virologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Davis Ferreira, explica, por exemplo, que a decisão de criar tendas específicas para cuidar de pacientes com suspeita da doença, isolando-os de outros pacientes, foi bem pensada. Uma vez que a gripe é doença contagiosa, a melhor forma de impedir a propagação do vírus é evitando o contato dos infectados com outras pessoas.

Apesar disso, ele mostra dúvidas em relação à eficácia de serviços como o Disque-Gripe das secretarias municipal e estadual de Saúde, que tem por objetivo funcionar como uma espécie de triagem para os pacientes, sem que precisem ir ao médico.

O especialista também questiona a prorrogação das férias das escolas públicas e de algumas particulares no Rio. "Não são dez dias ou 15 que farão diminuir a transmissão. Mesmo porque essas crianças e adolescentes que estão em casa vão para o cinema, vão para shopping e a transmissão vai continuar acontecendo", disse Ferreira.

O coordenador da Comissão de Saúde Pública do Conselho Regional de Medicina do Rio (Cremerj), Pablo Vazquez, destacou a competência com que as autoridades sanitárias fluminenses lidaram com a gripe suína até agora. Mas ele chama a atenção para a "precariedade" dos serviços públicos de saúde, que demonstram a falta de investimentos em períodos anteriores ao da epidemia.

"Apesar de, infelizmente, os gestores principais não destinarem à saúde as verbas que os outros países destinam, as autoridades conseguiram frear ao máximo o impacto dessa epidemia na nossa população", afirmou Vazquez.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos