Gripe suína muda calendário escolar das escolas e universidades públicas do Rio de Janeiro

Vitor Abdala Da Agência Brasil No Rio de Janeiro

A opção por um novo adiamento do início do segundo semestre por causa da influenza A (H1N1) - a gripe suína, dividiu a opinião das universidades públicas fluminenses. Apesar delas terem prorrogado as férias por, pelo menos, uma semana, algumas descartaram uma nova prorrogação.

É o caso da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que depois de adiar por duas semanas o reinício das aulas, que ocorreria no dia 3 de agosto, a instituição resolveu manter a volta às atividades para amanhã (17). Apesar disso, a universidade deu licença de 15 dias para as servidoras grávidas e aconselhou às alunas gestantes a ficar em casa neste período. Também orientou os estudantes com sintomas de gripe a procurarem um médico e se afastarem das atividades acadêmicas.

Mais uma universidade que reiniciaria o semestre no último dia 3 e prorrogou as férias por duas semanas é a Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio). Assim como a UFRJ, a Unirio volta às aulas nesta segunda-feira (17). A Universidade Federal Fluminense (UFF), que só prorrogou as férias por uma semana, também volta amanhã (17).

Por outro lado, a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) decidiu adiar novamente o reinício de suas aulas. O segundo semestre, que estava previsto inicialmente para começar no dia 10 de agosto, só recomeçará no próximo dia 31.

Já a Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), também depois de prorrogar as férias, reúne seu colegiado acadêmico amanhã (17) para definir a nova data de reinício das aulas. Uma data possível é o próximo dia 24.

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) não precisou prorrogar suas férias por causa da gripe suína, porque seu calendário acadêmico já havia sido alterado, devido a uma greve de servidores no ano passado. Com isso, a Uerj só volta às aulas no dia 12 de setembro.

O Centro Federal de Educação Tecnológica do Rio (Cefet-RJ), que possui cursos técnicos e de graduação e que também havia adiado o início do semestre para o dia 17, resolveu adiar o retorno às aulas por mais dois dias. Agora, os alunos voltam às salas de aula na quarta-feira (19).

Com relação à educação básica, a rede estadual de ensino do Rio de Janeiro também volta às aulas amanhã (17), depois de prorrogar as férias por duas semanas. As servidoras grávidas, no entanto, permanecem em casa até o dia 31 de agosto.

Já a rede municipal da capital fluminense, retoma as atividades apenas parcialmente. Amanhã, voltam às aulas, os alunos de 4º a 9º ano do ensino fundamental. No dia 24, é a vez dos alunos de 1o a 3o ano do ensino fundamental e da educação infantil. As servidoras grávidas só precisarão voltar ao trabalho no dia 31 de agosto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos