MG adota medidas para evitar surto da nova gripe em presídios

Do UOL Notícias Em São Paulo

A Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi) de Minas Gerais adotou novas medidas para tentar barrar o surto de gripe A (H1N1), a gripe suína, nos presídios do Estado.

A partir de agora, diz o protocolo, todas as unidades prisionais devem dar atenção especial aos casos de gripe entre os detentos do sistema e encaminhar imediatamente pessoas com sintomas para diagnóstico e eventual tratamento na rede hospitalar.

As visitas às detentas grávidas e ao Centro de Referência da Gestante Privada de Liberdade estão suspensas. Também há uma recomendação para que pessoas com sintomas de gripe ou pertencentes a grupos de risco (crianças e grávidas) evitem visitar as unidades.

Haverá ainda uma triagem de visitantes para identificação de pessoas com sintomas de gripe.

O horário do banho de sol foi ampliado para estimular que os presos fiquem em ambientes abertos.

Os agentes penitenciários deverão usar máscaras nos dias de visita.

Mortes por gripe
O número de mortes por gripe suína no Brasil subiu nesta terça-feira (18) para 380 com 8 novos casos divulgados no Rio Grande do Sul.

Além do Estado gaúcho, até o momento, as secretárias estaduais de Saúde confirmaram 134 mortes em São Paulo, 107 no Paraná, 39 no Rio de Janeiro, 1 em Rondônia, 9 em Santa Catarina, 5 em Minas Gerais, 2 na Paraíba, 1 em Pernambuco, 1 na Bahia e 1 no Distrito Federal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos