MPF denuncia 18 pessoas por tráfico internacional de mulheres

Da Agência Brasil

O Ministério Público Federal (MPF) em São Paulo denunciou à Justiça Federal 18 pessoas acusadas de integrar seis grupos que promoviam tráfico de mulheres brasileiras no mercado de prostituição de alto luxo no país e no exterior. O esquema foi investigado pela Polícia Federal na operação que recebeu o nome de Harém, deflagrada no início do mês.

As mulheres eram agenciadas pelos acusados e escolhidas pelos clientes mediante um catálogo eletrônico com fotos. Algumas delas eram enviadas para o exterior a fim de serem exploradas sexualmente em grandes cassinos de Las Vegas, nos Estados Unidos, e em resorts da República Dominicana, no Caribe.

Segundo a denúncia do Ministério Público, os acusados poderão responder pelos crimes de tráfico internacional e nacional de pessoas com fins de prostituição, rufianismo (tirar proveito da prostituição alheia), formação de quadrilha e favorecimento à prostituição.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos