Novo sistema de tratamento na Lagoa Rodrigo de Freitas será inaugurado na sexta

Flávia Villela
Da Agência Brasil
No Rio de Janeiro

O presidente da Companhia Estadual de Água e Esgoto (Cedae) do Rio de Janeiro, Wagner Victer, disse hoje (22) que o novo sistema de tratamento na elevatória do Posto 5 da Lagoa Rodrigo de Freitas, na orla de Copacabana, será inaugurado na sexta-feira (28). A finalidade é acabar com o mau cheiro no local, motivo de reclamação constante de moradores e banhistas há mais de 30 anos.

A qualidade da água já estaria adequada para a prática do remo caso o Rio seja escolhido para sediar os jogos olímpicos de 2016. De acordo com Victer, a quantidade de coliformes fecais na Lagoa era de 16 mil em 2006 para cada 100 mililitros e atualmente o nível é de 400, abaixo do padrão estabelecido pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) - que é de 1000 coliformes para cada 100 mililitros - para que a água seja considerada própria para banho.

A segunda fase de despoluição da Lagoa Rodrigo de Freitas começou na manhã de hoje. Durante dois meses a Companhia Estadual de Água e Esgoto (Cedae) vai tentar identificar lançamentos clandestinos de resíduos que desembocam na Lagoa e realizar a limpeza das tubulações. A operação vai contar com a ajuda de um robô que vai filmar as galerias de águas pluviais.

"Hoje faremos um processo de refinamento, reavaliando com uma frota de dez veículos e 25 funcionários possíveis ligações clandestinas de esgoto nas redes de águas pluviais."

O trabalho é fruto de uma parceria entre a Cedae e o grupo EBX, do empresário Eike Batista. A previsão é de que a limpeza seja concluída em dois meses, ao custo de R$ 500 mil.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos