Bilhete único poderá ser usado para fazer compras

Marcelle Ribeiro
Do UOL Notícias
Em São Paulo

O metrô de São Paulo, a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e a SPTrans (empresa que gerencia o transporte municipal) preparam edital conjunto para concessão de sistema de arrecadação que prevê a possibilidade da criação do bilhete único que possa ser usado não só para pagar passagens mas também como cartão de crédito, débito e vale-refeição. O edital deve ser finalizado esta semana e publicado até a primeira quinzena de setembro.

A empresa que vencer a concessão, no entanto, não será obrigada a implantar estas facilidades extras no novo bilhete, que vai substituir o sistema atual. Vencerá a disputa quem oferecer menores custos e maior valor para operar o sistema. A expectativa é que participem da licitação companhias com experiência na área de cartões eletrônicos, como bancos, operadoras de cartões e empresas de benefício.

O resultado da licitação sai até o fim do ano. O novo concessionário terá até 24 meses para implantar o sistema. Terá, ainda, que investir R$ 310 milhões em infraestrutura e desembolsar R$ 200 milhões de indenização à prefeitura, que implantou o programa Bilhete Único Eletrônico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos