Polícia Militar gaúcha quer prender 2.000 pessoas em 24 horas

Flávio Ilha
Especial para o UOL Notícias
Em Porto Alegre

A Brigada Militar (BM) do Rio Grande do Sul desencadeou nesta quinta-feira (27) uma operação de esforço concentrado que vai atuar de forma ininterrupta durante as próximas 24 horas em todo o Estado. A operação, batizada de Centauro, pretende apertar o cerco sobre as principais atividades criminosas registradas no RS, como roubo de carros, tráfico de drogas e porte ilegal de armas. O comando da BM estima prender pelo menos 2.000 pessoas até as 9h de amanhã.

O coronel Jones Calixtrato, subcomandante-geral da BM, disse que todos os batalhões do Rio Grande do Sul foram instruídos a intensificar as ações de combate ao crime, com o cumprimento de mandados judiciais. "Vamos montar barreiras na entrada das principais cidades para buscar foragidos", avisou Calixtrato.

A ação também servirá para mapear os principais indicadores de criminalidade do Rio Grande do Sul. Segundo o coronel, a Brigada pretende estabelecer um ranking com as ocorrências mais frequentes. Além disso, serão fiscalizados bares, casas noturnas e lojas de conveniência. "São operações comerciais que historicamente apresentam problemas de segurança", justificou.

A operação é resultado da troca de comando na polícia militar gaúcha depois da morte de um sem-terra na desocupação da fazenda Southall, em São Gabriel, na última sexta-feira (21). Calixtrato assumiu o subcomando da Brigada há uma semana, em substituição ao coronel Lauro Binsfeld.

Em Porto Alegre, a Operação Centauro mobilizou 400 policiais militares no início da manhã para ações de repressão na zona norte da cidade. O objetivo do contingente é localizar desmanches de carros roubados, que se espalham pelas principais rotas de saída. Na zona central, a BM vai focalizar sua ação no combate ao roubo a pedestres e, na zona leste, o objetivo é atacar pontos de tráfico.

As barreiras policiais causaram congestionamentos no trânsito da capital. Desde a meia-noite, elas deixaram o tráfego lento na BR 116, na entrada da cidade, especialmente na região do aeroporto. As barreiras também foram montadas na avenida Castelo Branco, principal acesso da região metropolitana ao centro de Porto Alegre.

O secretário da Segurança Pública do Estado, Edson Goularte, disse que todo o efetivo da BM - cerca de 24 mil soldados - estarão mobilizados para a Operação Centauro. O secretário informou também que serão utilizados na operação os contingentes especiais mantidos pela BM, como o batalhão fazendário, o policiamento ambiental, a polícia rodoviária e o grupamento de polícia aérea.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos