Polícia do RS prende 315 na Operação Centauro, mas não cumpre meta

Flávio Ilha
Especial para o UOL Notícias
Em Porto Alegre

Balanço: Operação Centauro

Prisões315
Foragidos recapturados12
Veículos recuperados por roubo ou furto34
CNHs apreendidas78
Armas apreendidas17
Apreensão de munições78
Apreensões de maconha4.627 gramas
Apreensões de cocaína105 gramas
Apreensões de crack611 gramas
Apreensões de Máquinas Caça-Níquel73
Apreensões de materiais de contrabando1.145 objetos diversos
Bancos fiscalizados967
Bares fiscalizados1.519
Casas noturnas fiscalizadas264
Desmanches fiscalizados77
A Brigada Militar gaúcha (BM) não conseguiu atingir a meta traçada na quinta-feira (27) para a Operação Centauro, que previa um esforço concentrado no combate aos principais crimes registrados no Rio Grande do Sul. Até as 9h desta sexta-feira (28), a corporação registrou 315 prisões e recuperou 34 veículos furtados. Além disso, foram apreendidos 4,5 quilos de maconha, 611 gramas de crack e 100 gramas de cocaína.

A meta traçada pelo subcomandante-geral da BM, Jones Calixtrato, era de realizar 2.000 prisões nas 24 horas de operação. Calixtrato preferiu não comentar a meta traçada na véspera. "Tivemos muito cuidado na realização das abordagens", justificou.

A BM usou na operação um contingente de 6.600 policiais militares e 1.900 viaturas em várias regiões do Estado.

A Operação Centauro também recapturou 12 foragidos da Justiça e apreendeu 78 carteiras de motorista em ações para coibir o abuso de álcool no trânsito. Foram igualmente apreendidas 17 armas ilegais, além de 73 máquinas caça-níqueis. A BM não informou a origem das apreensões.

Em Porto Alegre, a operação da BM se concentrou nas zonas norte e leste e envolveu cerca de 400 policiais. Fortemente armados, eles vasculharam becos e ocuparam vilas em busca de pontos de tráfico. O chefe do policiamento da capital, Jarbas Carvalho Vanin, disse que as ações se estenderam em menor escala para outras regiões em função do efetivo.

A maior operação das últimas 24 horas acabou sendo protagonizada pela Polícia Civil do Estado. Duas adolescentes de 14 e 15 anos foram apreendidas com mais de 40 quilos de maconha na bagagem. A droga estava escondida no meio de brinquedos e objetos de bazar na sacola das duas adolescentes.

Elas foram detidas na BR-386, na cidade de Seberi, num ônibus que ia de Foz do Iguaçu para Porto Alegre. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) fazia uma operação de rotina, nesta madrugada, para combater o contrabando quando se deparou com a carga escondida no fundo falso de uma sacola.

Segundo o policial rodoviário Adalberto Pegoraro, as adolescentes alegaram que foram contratadas por R$ 200 para entregar a carga a uma mulher na rodoviária de Porto Alegre. "A droga estava acomodada sob os brinquedos que as duas transportavam", disse Pegoraro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos