Corpos de duas crianças são encontrados em deslizamento em SP; três morreram

Do UOL Notícias*
Em São Paulo

Atualizado às 22h41

O Corpo de Bombeiros de São Paulo localizou nesta terça-feira (8) os corpos de duas crianças: uma de 8 e outra de 2 anos, que foram soterradas por um deslizamento de terra na rua Arbela, no bairro A.E. Carvalho, na zona leste da capital. Chuvas fortes causaram caos e transtornos em várias cidades das regiões Sul e Sudeste do país.

Dez equipes do bombeiros trabalharam no local com a ajuda dos moradores das vizinhanças. Com essas vítimas, sobe para três o número de mortes causadas pelas chuvas que caem na Grande São Paulo. Segundo a Defesa Civil, a terceira vítima morreu no morro do Socó, em Osasco, também após um deslizamento causado pela chuva. No mesmo local, três pessoas foram resgatadas com vida e três crianças seguem desaparecidas. Quatro barracos do morro deslizaram com a força das chuvas.

A cidade de São Paulo nunca registrou tanto volume de chuva em setembro em apenas um dia desde 1943, quando o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) começou a medir a precipitação.

As chuvas também provocaram o desabamento de parte do teto de uma loja da Kalunga, na região do Ipiranga, na zona sul. A queda ocorreu após uma das paredes ceder, segundo informou Cláudio Salles Júnior, delegado do 17º Distrito Policial.

No momento do desabamento, por volta das 11h, chovia forte na capital. A polícia trabalha com a hipótese de infiltração, mas a perícia técnica, que vai apontar os motivos do acidente fica pronta em 30 dias. O Corpo de Bombeiros enviou cinco viaturas para o local. Ninguém ficou ferido e a loja está interditada.

Congestionamentos
A forte chuva que atingiu São Paulo nesta terça-feira causou o transbordamento dos rios Pinheiros e Tietê e ainda provoca 27 pontos de alagamento na capital paulista. A lentidão no trânsito ficou bem acima da média, segundo informações da CET (Companhia de Engenharia de Tráfico).

A última vez que chuvas fortes provocaram o transbordamento do Tietê foi há quatro anos, em 25 de maio de 2005.

O rodízio foi suspenso esta tarde em razão dos transtornos, mas volta a valer nesta quarta (9) normalmente, informou a Secretaria Municipal de Transportes.

Por volta das 19h40, a cidade possuía 147 km de vias congestionadas, o que representa 17,7% das vias monitoradas. O congestionamento é maior na região leste, com 62 km, seguida pela zona norte, com 34 km.

Desde o início da manhã, todo o território da cidade está em atenção.

A Defesa Civil de São Paulo pede à população que evite sair de carro nas próximas horas.

Aeroportos
Mais da metade dos voos que partem dos três principais aeroportos de São Paulo - Congonhas, Guarulhos e Campinas - tiveram algum tipo de problema. Dos 432 voos programados, 41 foram cancelados e 193 atrasaram (35 estão atrasados neste momento), segundo a Infraero.

Em Congonhas, 40,8% dos voos atrasaram e 16,8% foram cancelados. Em Cumbica foram registrados 99 atrasos e 19 cancelamentos, e, em Campinas, 9 voos atrasados e 1 cancelamento.

Estragos pelo Estado de SP
Um temporal acompanhado de vento e granizo assustou os moradores e causou estragos hoje em Sorocaba. A chuva forte, com trovoada, fez com que o nível do rio Sorocaba subisse rapidamente, causando inundações.

Na Baixada Santista, a ventania de 84 km/h, que antecedeu e acompanhou as chuvas, causou estragos em toda a Baixada Santista. Houve queda de árvores em Santos, São Vicente, Guarujá e Cubatão, o que atrapalhou o trânsito.

* Com informações da Agência Estado

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos