Após um mês, menos de 1% dos estabelecimentos desrespeita lei antifumo em SP

Fabiana Uchinaka
Do UOL Notícias
Em São Paulo

Atualizado às 15h32

Em vigência há trinta dias no Estado de São Paulo, a lei antifumo foi cumprida em 99,5% dos locais fiscalizados pela Vigilância Sanitária e pelo Procon. As multas aplicadas somaram 198, uma média de 6,6 por dia neste primeiro mês.

"O fato é que a lei pegou", disse o governador José Serra (PSDB), durante entrevista coletiva concedida aos jornalistas. "Não é por causa da fiscalização, pegou é porque a população aderiu e isso tende a ter um efeito dominó no resto do país", afirmou, em referência a outras cidades e Estados que também aderiram à lei.

Ainda de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira (9) pelo governo de São Paulo, 37.117 estabelecimentos foram fiscalizados entre 7 de agosto e 6 de setembro. "O apoio da população é massivo, até dos fumantes. A qualidade dos ambientes de bares e restaurantes melhorou e a gente tem depoimentos dos proprietários de bares, dos garçons, dizendo que o ambiente melhorou e o movimento não caiu", disse Serra.

Desde 7 de agosto está proibido fumar em ambientes fechados de uso coletivo como bares, restaurantes, casas noturnas e outros estabelecimentos comerciais de todo o Estado de São Paulo.

Faturamento de bar caiu com lei antifumo, diz associação

Passado um mês da entrada em vigor da lei antifumo em São Paulo, a Abresi (Associação Brasileira de Gastronomia, Hospedagem e Turismo) divulgou um levantamento que aponta queda no faturamento de bares, restaurantes e casas noturnas da capital no período


Na capital paulista, o número de multas chegou a 87 nos 11.816 locais vistoriados. Já no interior, foram 11 multas de 25.301 locais fiscalizados.

De acordo com o governo paulista, 88% das denúncias contra fumantes foram realizadas por meio do call center. Para denunciar ou tirar dúvidas sobre a lei, o governo mantém o site da lei antifumo (www.leiantifumo.sp.gov.br) e o telefone 0800-771-35-41.

As fiscalizações, segundo o governo, são diárias, realizadas por 500 fiscais treinados para essa tarefa.

Aprovação da lei
O governo de São Paulo divulgou ainda uma pesquisa que revela que 94% dos paulistas aprovam a lei. A pesquisa ouviu mil entrevistados por telefone entre 2 e 3 de setembro. Entre os fumantes, o grau de aprovação chega a 87%.

Todos os entrevistados afirmaram conhecer a nova lei e 99% disseram saber que a lei entrou em vigor em 7 de agosto.

Entre as pessoas com mais de 45 anos, o apoio chega a 95%. Entre as pessoas entre 25 e 44 anos, o apoio atinge 94%. O menor percentual está entre os jovens entre 16 e 24 anos. Nessa faixa etária, a aprovação chega a 92%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos