Chuva faz represas de SP alcançarem maiores níveis dos últimos anos no mês de setembro

Do UOL Notícias
Em São Paulo


Atualizada às 11h27

A chuva que atingiu São Paulo nesta terça-feira (8), a maior do ano, contribuiu para que as duas principais represas que abastecem a população da Grande São Paulo alcançarem o maior nível nos últimos anos para o mês de setembro, segundo a Sabesp.

O sistema Guarapiranga, na zona sul da capital, está com 90,1% de sua capacidade ocupada por água, o maior percentual para setembro desde 1983, quando alcançou 96%, o recorde para o mês. Já no sistema Cantareira, na região norte da região metropolitana, o volume de armazenamento alcançou 81,4% da capacidade máxima, maior quantidade desde 1996, quando a água preencheu 87% da capacidade do sistema e bateu o recorde para setembro.

Para a Sabesp, a grande quantidade de água nas represas é um fato positivo, já que nesta época do ano é comum os sistemas apresentarem volume de água reduzido em razão da escassez de chuvas, o que pode levar ao racionamento de água entre a população.

Ainda segundo a Sabesp, em razão da existência de um mecanismo automatizado de controle do nível da água dos sistemas, não existe a possibilidade de transbordamento das represas mesmo que a água alcance 100% da capacidade.

Trânsito
A chuva atrapalha o trânsito na manhã desta quarta-feira (9). Por volta das 11h25, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) registrava 84 km de vias congestionadas, valor acima da média para o horário, que é de aproximadamente 60 km. A situação pior é nas zonas oeste e sul, com, respectivamente, 23 km e 23 km de trânsito lento. As zonas norte e leste estão com 14 km e 17 km de congestionamento, nessa ordem, e o centro com 7 km.

Neste momento há seis pontos de alagamento na capital, de acordo com o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergência) da prefeitura, todos transitáveis. Ontem, foram registrados mais de 100 pontos de alagamento em São Paulo.

Dos 78 voos programados até agora no aeroporto de Guarulhos, 16 atrasaram - dois deles atrasados neste momento - e dois foram cancelados. Em Congonhas, foram 14 voos atrasados - oito deles neste momento - e três cancelamentos. No aeroporto de Viracopos, em Campinas, um voo foi cancelado e não há registro de atrasos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos