Chuvas deixam sete mortos na Grande São Paulo

Do UOL Notícias*
Em São Paulo

Atualizado às 21h10

O corpo de um jovem de 27 anos foi encontrado em Guarulhos, na Grande São Paulo, na tarde desta quarta-feira (9). O jovem se afogou ontem após tentar atravessar de bicicleta uma avenida alagada na cidade. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o rapaz foi "sugado por uma galeria fluvial". O corpo foi encontrado a 100 metros do local.
  • Jorge Araújo/Folha Imagem

    Ao todo, quatro pessoas morreram em deslizamento no morro do Socó, em Osasco, na Grande São Paulo, na tarde de ontem


Com essa morte, chega a sete o número de vítimas devido às fortes chuvas que atingiram a capital e a Grande São Paulo ontem. Se somadas as mortes causadas pelos temporais nas regiões Sul e Sudeste, o total de vítimas chega a 11.

Outra morte em Guarulhos pode ter ocorrido devido às chuvas, mas ainda não há confirmação. O corpo de um homem de 46 anos que caiu em um córrego ontem foi encontrado na tarde desta quarta-feira. Testemunhas afirmaram que ele havia bebido e teria tentado pular no córrego. Entretanto, foi encontrado um corte em sua nuca. O caso será investigado.

Nesta tarde, os bombeiros encontram os corpos de três crianças que estavam soterradas em um deslizamento que ocorreu ontem no Morro do Socó, em Osasco, também na Grande São Paulo. O corpo da mãe das crianças, Rose dos Santos, de 24 anos, foi encontrado ontem. O incidente ocorreu por volta das 12h de ontem quando ao menos quatro barracos do morro deslizaram.

Ontem, os bombeiros localizaram os corpos de duas crianças - de 3 e 8 anos - que foram soterradas por um deslizamento de terra na rua Arbela, no bairro A.E. Carvalho, na zona leste da capital. O incidente ocorreu no momento em que a mãe das crianças havia ido buscar outro filho no ponto da perua escolar.

Também na terça-feira (8) quatro pessoas morreram na cidade de Guaraciaba (SC), que decretou estado de calamidade pública.

Serra culpa "natureza que se rebela" por alagamentos em São Paulo


Santa Catarina foi o Estado mais atingido. Há, ao todo, 1.478 desabrigados em SC, 16.115 desalojados e 286 pessoas deslocadas de suas residências. Em todo o Estado, mais de 88 mil pessoas foram atingidas e 17.131 edificações sofreram alguma avaria.

Estragos em SP
A chuva de ontem na cidade de São Paulo foi a maior para um dia desde 1943, quando o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) começou a medir a precipitação.

As chuvas também provocaram o desabamento de parte do teto de uma loja da Kalunga, na região do Ipiranga, na zona sul. A queda ocorreu após uma das paredes ceder, segundo informou Cláudio Salles Júnior, delegado do 17º Distrito Policial. Ninguém ficou ferido e a loja está interditada.

Nesta quarta-feira, a Defesa Civil de São Paulo interditou ao menos oito casas da região de Itaquera, na zona leste de São Paulo, devido ao risco de novos deslizamentos de terra.

Segundo balanço da Defesa Civil estadual, além da região metropolitana foram atingidas pela chuvas as cidades de Guarujá, Santos, São Vicente, Mongaguá, Peruíbe, Sorocaba, Itapeva e Campinas.

*Com informações da Agência Estado e da Folha de S. Paulo

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos