Metade dos municípios atrasara a aplicação dos recursos do Pronasci, diz ministro

Daniel Mello
Da Agência Brasil
Em São Paulo

Metade dos municípios que receberam recursos do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), referentes a 2008, estão atrasados em relação à aplicação da verba. A estimativa é do ministro da Justiça, Tarso Genro, que se reuniu hoje (9) para discutir o andamento do programa com 22 prefeitos paulistas. Os prefeitos que não apresentarem justificativas para o atraso no uso dos recursos serão impedidos de receber as verbas deste ano, alertou o ministro.

Segundo Tarso, as dificuldades técnicas na implementação dos projetos são o principal motivo do atraso na utilização do dinheiro. "Os municípios têm pouca experiência de lidar com esses recursos, pouca experiência nos programas preventivos" ressaltou.

De acordo com ele, apesar das prefeituras contarem com o apoio do Ministério da Justiça, as administrações municipais não estavam preparadas para lidar com um aumento expressivo de recursos para segurança pública, o que foi proporcionado pelo Pronasci.

O ministro ressaltou que, por se tratar de um programa que trata a segurança pública de maneira abrangente, os resultados do Pronasci aparecem a médio e longo prazo. No entanto, segundo Tarso, na próxima semana será divulgada uma pesquisa que aponta redução siginificativas da criminalidade em regiões onde o projeto foi implementado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos