Chuva volta a atingir o Sul na quarta-feira; quase 18 mil estão fora de suas casas

Do UOL Notícias
Em São Paulo

Após uma semana de chuvas e temporais, o tempo deu uma trégua no começo desta semana na região Sul do país. Esta terça-feira (15) deve ter tempo firme, mas as chuvas devem voltar à região na quarta-feira.

De acordo com os meteorologistas da Somar, os modelos de previsão indicam que na quarta-feira, as áreas de instabilidade ganham força e se espalham pela região Sul. Apenas o litoral permanecerá com tempo seco e ensolarado.
  • Ricardo Fuchs/AE

    Rua alagada pelas cheias do rio dos Sinos, em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul



Há risco de temporais, especialmente ao longo da fronteira do Rio Grande do Sul com a Argentina, onde o acumulado pode passar dos 60 mm em 24 horas em algumas localidades. Aos poucos a temperatura mínima entra em elevação e varia entre 12°C e 20°C, já a máxima oscila entre 22°C e 30°C.

Na quinta-feira, as chuvas atingem boa parte da região, sendo que elas serão mais intensas no centro e leste do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, com acumulado de até 50mm em 24 horas.

Na sexta-feira, a formação de uma nova frente fria provoca chuvas fortes e generalizadas no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e sudoeste do Paraná, com acumulado de mais de 60 mm em 24 horas em algumas localidades.

Santa Catarina
O sol voltou a aparecer de Santa Catarina nesta segunda-feira (14) depois de uma semana de chuvas intensas e vendavais, que provocaram destruição, alagamentos e deslizamentos na região. A maré no litoral sul do Estado diminuiu, facilitando o escoamento das águas nos rios das áreas alagadas.

De acordo com o Sistema de Informações da Bacia do Itajaí, os rios da cidade de Indaial - que registra nível de 3,35 m, quando o normal é até 3 m -, e Taió - com 4,98 m, quando o normal é até 4 m -, seguem em estado de atenção. Os demais rios de Santa Catarina estão com níveis abaixo de 4 metros.

"Todos os rios começaram a baixar e esta é a tendência para os próximos dias. Pelo menos até quarta-feira, quando há previsão de novas chuvas", diz o meteorologista Daniel Calearo, do Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram).

Nesta terça-feira, o tempo fica firme em SC, com nevoeiros ao amanhecer e presença de sol no decorrer do dia em todas as regiões, informa o Ciram. No oeste há condições de pancadas isoladas de chuva à noite.

Mas, a partir de quarta-feira, a chuva retorna para boa parte do Estado devido à formação de áreas de instabilidade. Na sexta-feira uma nova frente fria passa por SC, provocando chuva com risco de temporal, descarga elétrica, queda de granizo e vento moderado a forte, com rajadas intensas.

O Ciram alerta que os últimos dois meses foram com chuvas frequentes e acima da média, padrão que se mantém nas primeiras semanas de setembro, deixando o solo encharcado e extremamente vulnerável às chuvas mais significativas que podem ocorrer nos próximos meses.

Segundo o último boletim da Defesa Civil Estadual, divulgado às 18h, o mau tempo afetou 79 cidades do Estado, deixando 1.881 desabrigados, 10.115 desalojados, 173 feridos e cinco mortos.

Ao todo, já foram distribuídas 7.350 cestas básicas às vítimas.

Cidades atingidas por vendavais e tempestades em Santa Catarina


Rio Grande do Sul
Em todo o Rio Grande do Sul, 4.740 pessoas tiveram de deixar suas casas no Estado e duas pessoas morreram. São 2.581 desabrigados e 2.159 desalojados. Cerca de 4.416 casas foram danificadas.

Segundo a Defesa Civil, a expectativa é que o número de desabrigados comece a cair amanhã, quando os serviços meteorológicos preveem um dia ensolarado, apenas com pancadas de chuva no oeste e noroeste. Mas a preocupação permanece. Para o restante da semana, o prognóstico é de mais chuva.

Agora, são 13 os municípios em situação de emergência, com a inclusão de Ronda Alta, na região da Produção, e São Jerônimo, na região Carbonífera.

Os municípios de Frederico Westphalen, Itaara, Victor Graeff, Ibirubá, Porto Xavier, Santa Maria, Lavras do Sul, Seberi, Ibirapuitã, Herval e Caiçara são os mais prejudicados.

O governo do Estado, por meio da Defesa Civil, prosseguiu, nesta segunda-feira, com os trabalhos de envio de materiais para as populações afetadas pelas chuvas, de monitoramento dos rios e de verificação das localidades mais atingidas pelas cheias.

Foram distribuídos, entre domingo e esta segunda-feira, mais de 10 mil itens, como telhas, colchões, cestas básicas e kits de limpeza.

Na tarde desta segunda-feira, técnicos começaram a detonar uma grande pedra que obstrui completamente a passagem no km 3,5 (Aratinga) da Rota do Sol. A RS-486 está bloqueada desde a noite de sexta-feira (11). A previsão inicial é de que o serviço esteja concluído na quarta-feira (16), quando a rodovia poderá ser liberada caso não haja nova ocorrência de chuvas.

As rodovias RS-129 (entre Estrela e Roca Salles), RS-347 (entre Vila Flores e Antônio Prado), RS-130 (entre Cruzeiro do Sul, Mariante e General Câmara) e a RS-441 (entre Guaporé e Vista Alegre do Prata) seguem interditadas devido ao aumento do nível dos rios. A RS-446, que estava parcialmente interrompida no km 11 durante o período da manhã desta segunda-feira (14), por queda de barreira, foi liberada.

Paraná
De acordo com a Defesa Civil Estadual, 58 municípios foram afetados no Paraná, sendo que três deles decretaram situação de emergência: Santo Antonio do Sudoeste, General Carneiro e Prudentópolis. Este último, teve uma enxurrada na última semana que afetiu 14 mil pessoas.

Ao todo, há ainda 130 desabrigados e 630 desalojados no Estado, e mais de 3 mil casas foram afetadas pelo mau tempo. Foram distribuídas 11.000 telhas às vítimas.

Segundo a Defesa Civil, a previsão é de tempo nublado para ensolarado amanhã, sem previsão de chuvas. Mas o órgão segue em alerta para possíveis mudanças no tempo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos