Criança é encontrada morta em micro-ondas em Santa Catarina

Luiz Nunes
Especial para o UOL Notícias
Em Florianópolis

Atualizado às 13h18

A Polícia Civil em Santa Catarina ainda investiga em que circunstâncias uma menina de sete anos morreu, depois de ser encontrada dentro de um forno micro-ondas nesta segunda-feira (14).

O caso aconteceu em uma área pobre de São José, na Grande Florianópolis. Os policiais apuram se uma das irmãs dela teria fechado a porta do eletrodoméstico, que estava na casa de bonecas do quintal de casa.

O delegado Rodolfo Cabral, que investiga o caso, considera todas as possibilidades e espera a conclusão do laudo sobre a causa da morte.

A criança de sete anos teria morrido asfixiada. "Estamos apurando até se houve homicídio, mas as pistas apontam para uma tragédia", diz, sugerindo morte acidental. Segundo ele, o laudo do Instituto Geral de Perícias (IGP) deve definir se a menina tinha condições de se trancar no aparelho.

Aparentemente, o corpo não tinha sinais de violência ou abuso sexual. "A perícia também vai apontar se ela lutou para abrir o micro-ondas", estima.

A mãe da menina afirma que deu pela falta da filha próximo ao horário do almoço, no domingo (13). Quando foi chamá-la para tomar banho, entre 10 e 11 horas, não a encontrou. Ao perceber o sumiço, mobilizou os vizinhos. Por volta das 14 horas, a irmã da vítima, de dez anos, começou a gritar e chorar, ao vê-la dentro do eletrodoméstico. Mesmo socorrida, ela já estava sem pulsação.

A menina de dez anos deve depor com apoio psicológico. A polícia considera seu depoimento imprescindível para resolver o caso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos