Governo federal deve enviar primeira parcela para reconstrução de SC esta semana

Luiz Nunes
Especial para o UOL Notícias
Em Florianópolis

Extra-oficialmente, a União já liberou R$ 26 milhões solicitados pelo governo de Santa Catarina para socorrer às regiões afetadas pelos temporais e tornados da semana passada. O sinal positivo foi dado no fim da tarde desta segunda-feira (14) pela secretária nacional de Defesa Civil, Ivone Valente, que está em Florianópolis. A verba deve ser enviada ao governo em duas vezes - a primeira parcela está prevista para entrar na conta do Estado até esta sexta-feira.

Números da tragédia em SC

  • 1.881

    desabrigados

    (pessoas que deixaram suas
    casas e foram para abrigos públicos)

  • 10.115

    desalojados

    (pessoas que deixaram suas casas e se abrigaram com familiares)

  • 291

    deslocados

  • 173

    feridos

  • cinco

    mortes

Fonte: Defesa Civil de Santa Catarina

Uma reunião no Ministério da Integração Nacional amanhã (15) deve definir o cronograma de liberação do restante dos recursos. O ministro Geddel Vieira Lima deve visitar Santa Catarina quarta-feira e anunciar oficialmente a concessão da verba.

Além do dinheiro requerido à União, o governo estadual anunciou hoje que R$ 19,5 milhões em recursos próprios já foram empregados no socorro às cidades. Cerca de R$ 15 milhões foram utilizados para reparar a rede de energia elétrica, no extremo oeste. Na última quinta-feira, durante visita a Guaraciaba, a cidade mais afetada da região, o governador autorizou a liberação de R$ 2 milhões para a reconstrução de quatro escolas do município.

O governo estadual conta ainda com R$ 2,5 milhões de seu próprio fundo de Defesa Civil. Até agora, a órgão utilizou R$ 1,05 milhão para o atendimento emergencial, com a compra de 10 mil metros quadrados de lona, velas, água potável e caixas d'água. Sobrou R$ 1,45 milhão para a recuperação das casas que perderam telhados, a partir desta semana.

Amanhã, o governador Luiz Henrique da Silveira deve ir a Brasília tratar do perdão a débitos de agricultores que tiveram a produção e as propriedades afetadas pelos temporais. A ideia é convencer os ministros do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, e da Agricultura, Reinhold Stephanes, a anistiar as dívidas dos produtores atingidos pelos eventos da última semana.

Cidades atingidas por vendavais e tempestades em Santa Catarina

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos