Em greve há 11 dias, servidores da saúde de BH atendem população vestidos de preto

Rayder Bragon
Especial para o UOL Notícias
Em Belo Horizonte

Em greve desde o dia 9 deste mês, os servidores da rede pública municipal de saúde de Belo Horizonte suspenderam a paralisação neste sábado (19) em razão da campanha de vacinação contra a poliomielite, mas atendem à população vestidos de preto em sinal de protesto.

Prefeitura de BH diz ter liminar contra greve dos servidores de saúde; multa pode chegar a R$ 100 mil por dia

Segundo a presidente do Sindicato dos servidores municipal de Belo Horizonte (Sindibel), Célia Lelis Moreira, a iniciativa se deve a falta de negociações com a prefeitura da cidade.

"O que nos deixou indignados foi a intransigência do prefeito Marcio Lacerda (PSB) em não querer negociar. Ele se limita a distribuir notas pela imprensa. Portanto, hoje, diante deste descaso, nós estamos de luto", disse em referência às roupas pretas.

Sevidores de "luto" em Belo Horizonte

  • Rayder Bragon

    Vestida de preto em sinal de protesto, auxiliar de enfermagem da prefeitura de BH imuniza criança contra a pólio na escola municipal Maria amélia Guimarães, localizada no bairro Pirajá, região Norte

  • Rayder Bragon

    Servidora, também vestida de preto em sinal de protesto, faz triagem de moradores em posto de saúde do bairro São Paulo

  • Rayder Bragon

    Vestida de preto em sinal de protesto, servidora da saúde de BH atende moradora em posto de saúde do bairro São Paulo, Região Norte da capital

Uma servidora, que prestava serviço em unidade de saúde do Bairro São Paulo, Região Norte de Belo Horizonte, revelou que os funcionários se cotizaram para comprar quentinhas para o almoço.

"Nem isso a prefeitura se dignou a fornecer para nós neste sábado", criticou.

Os grevistas reivindicam reajuste salarial de 26%, porcentual que coincide com o aumento dado ao prefeito e aos secretários no início do mandato, em 1º de janeiro deste ano, quando Lacerda assumiu o comando da capital mineira.

Segundo a presidente do sindicato, o Executivo contrapropôs com reajuste zero para este ano e a promessa de reavaliar possibilidade de aumento no ano que vem.

A prefeitura divulgou nota na qual garantiu que a campanha de vacinação transcorrerá normalmente neste sábado e que quatrocentos e vinte e um postos de saúde estão abertos para receber as crianças com menos de 5 anos de idade. Ao todo, serão empregados 3.500 profissionais durante o dia.

Números divergentes

O prefeito Marcio Lacerda havia minimizado o efeito da paralisação no âmbito do atendimento à população. Segundo ele, a adesão ao movimento está sendo mínima. De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde (SES), a média diária de servidores que cruzaram os braços ficou em 19,3%.

Célia Moreira, do Sindibel, no entanto, afirma que 70% das unidades de saúde vinculadas à prefeitura foram afetadas pelo movimento grevista.

"Somente 30% do efetivo de profissionais da saúde está trabalhando para garantir a escala mínima nas unidades de urgência e emergência", avaliou.

Ela informou que uma assembleia será realizada na manhã da próxima segunda-feira (21) para que os rumos do movimento grevista sejam analisados.

Médicos aderem ao movimento grevista

Com paralisações pontuais desde a última segunda-feira (14), os médicos da rede pública municipal de saúde de Belo Horizonte decidiram parar por tempo indeterminado após reunião realizada nesta sexta-feira (18).

A representação da classe afirmou que somente os casos de urgência e emergência serão atendidos. A categoria pleiteia reajuste salarial (26%) e melhoria nas condições de trabalho.

A entidade também garantiu que os médicos estão participando da campanha de vacinação contra a pólio. Nova assembleia está marcada para a próxima quarta-feira (23) para reavaliação do movimento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos