Empreiteira vence licitação, e árvores do Aeroporto de Joinville (SC) serão finalmente cortadas

Fabiana Uchinaka
Do UOL Notícias
Em São Paulo

A empreiteira Kalb venceu nesta quarta-feira (23) a nova licitação da Fundação Municipal do Meio Ambiente (Fundema) de Santa Catarina para o corte das árvores do Aeroporto de Joinville. A retirada da vegetação deve começar amanhã, quando o contrato será assinado e a ordem de serviço, emitida.

O serviço foi orçado em R$ 48.312 e será executado por 42 funcionários em até 30 dias. As outras empresas que concorreram já abriram mão de recurso e, por isso, o prazo para homologação foi encurtado.

A escolha da empresa deve colocar um fim ao imbróglio em torno da vegetação, que dominou a cabeceira das pistas do aeroporto e encurtou a área de 1.640 metros para 1.070 metros.

A Agência Nacional de Aviação (Anac) havia pedido à Infraero que restringisse os pousos e as decolagens no terminal por falta de condições e de segurança. Desde ontem, as companhias aéreas Tam e Gol cancelaram os voos noturnos no aeroporto e transferiram os passageiros que já tinham comprado bilhete para voos diurnos.

A Tam informou que os voos JJ 3033 (Congonhas-Joinville) e JJ 3034 (Joinville-Congonhas) estão suspensos até 21 de março de 2010, quando será feita uma nova avaliação das condições de operação no local. Já a Gol afirmou que vai manter seus dois voos diurnos, mas os voos noturnos 1380 (São Paulo-Joinville) e 1381 (Joinville-São Paulo) continuam suspensos.

Os passageiros que tinham embarque ou desembarque no aeroporto foram transferidos para os aeroportos de Curitiba, no Paraná, e de Navegantes, em Santa Catarina.

O processo para resolver o problema da vegetação no aeroporto de Joinville começou em abril, quando um pedido para o corte das árvores foi protocolado na Fundação do Meio Ambiente de Santa Catarina (Fatma).

Segundo a prefeitura, por problemas burocráticos, a licença ambiental demorou a sair e somente em agosto foi aberto um edital de licitação. Na época, oito empresas se inscreveram, mas nenhuma foi aprovada por falta de habilitação técnica.

No dia 12 de setembro, foram anunciadas mudanças no edital para facilitar a contratação da empresa. Desta vez, 11 empresas retiraram documentação para concorrer e quatro apresentam propostas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos