Piloto de avião que caiu em SP estava com brevê vencido, diz Anac

Do UOL Notícias*
Em São Paulo

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) informou nesta quarta-feira (23) que o piloto de um avião de pequeno porte que caiu na cidade de Santa Isabel, na Grande São Paulo, na segunda (21), estava com o brevê (documento que permite pilotar aeronaves) vencido. Três pessoas morreram no acidente, entre elas, o próprio piloto.

Polícia confirma identidade de vítimas de queda de avião

Segundo o delegado Carlos Alberto de Oliveira, peritos da Aeronáutica ainda investigam as causas do acidente



De acordo com a Anac, o piloto Darbijoni Ferro estava impedido de voar naquele dia. Ele tirou a primeira habilitação em 1993, mas o documento estava vencido desde maio deste ano e não foi renovado.

As vítimas da queda do avião foram o empresário Raimundo Verdi de Macedo, 44, a tia dele, Miriam Terra Verdi, 58, e o piloto, de 43 anos.

A Aeronáutica ainda investiga as causas do acidente. A aeronave saiu de São José dos Campos por volta das 9h45, com destino a São José do Rio Preto (438 km de São Paulo). A viagem deveria durar duas horas, mas até 11h45 não havia sinal do avião.

*Com informações da Folha Online

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos