Curitiba realiza hoje a sua 12ª Parada da Diversidade LGBT

Lúcia Nórcio
Da Agência Brasil

Curitiba - Com o tema "Seus Direitos, nossos Direitos, Direitos Humanos - Pelo fim da Violência e da Impunidade", será realizada na tarde de hoje (27), em Curitiba, a Parada da Diversidade LGBT - lésbicas, gays, bissexuais, travestir e transexuais. Segundo o presidente da Associação Paranaense da Parada da Diversidade (APPAD), Márcio Martins, a expectativa é reunir um público de 150 mil pessoas no Centro Cívico, local do evento.

De acordo com Martins, diversas autoridades e lideranças do movimento gay do Brasil devem participar da solenidade de abertura, às 15 horas. A festa será animada por sete trios elétricos. Em frente ao Palácio Iguaçu, sede do governo do estado, foi montado um palco onde serão realizados shows de diversas bandas e performances de drag queens.

O presidente da APPAD disse que o objetivo principal da parada é combater o estigma e desmistificar as manifestações contrárias à comunidade LGBT no país. Segundo Martins, as pesquisas mostram que no Paraná, somente no 1° semestre deste ano, 18 pessoas LGBT foram mortas, e esse número pode ser ainda maior já que muitas ocorrências não são registradas como "crimes de homofobia".

"Fizemos agora uma parceria com o Instituto Médico Legal (IML) para que nos comunique a entrada de corpos de travestis vítimas de crimes. Muitos são de outros estados, não eram reconhecidos, portanto enterrados como indigentes. Temos feito este trabalho de contato com os familiares", afirmou.

Segundo Martins, apesar de Curitiba ser considerada uma cidade de perfil tradicional, os eventos gays na cidade se caracterizam pela participação das famílias. "Encontramos nos desfiles famílias onde há a participação de três gerações, o avó, o pai e neto celebrando a diversidade. E muitos vão levando seus bebês ainda nos carrinhos", disse.

O resultado de eventos assim, segundo ele, são os avanços na ampliação das políticas públicas para este segmento, "mas ainda é necessário avançar mais nas leis que garantam os direitos da comunidade LGBT".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos