Granizo e ventos fortes atingem 12 cidades em SC e afetam 10.000 pessoas

Luiz Nunes
Especial para o UOL Notícias
Em Florianópolis

Pelo menos doze municípios sofreram abalos com a chuva, a queda de granizo e os fortes ventos durante a madrugada, em Santa Catarina. Cerca de 10.000 pessoas foram afetadas e 1.200 edificações atingidas, somente na Grande Florianópolis. No Sul do Estado, oito municípios mobilizaram a Defesa Civil.

A pior situação foi registrada em Biguaçu, Antônio Carlos e Governador Celso Ramos, na Grande Florianópolis. Em Antônio Carlos, onde 80% da população vive da produção de hortifrutis, o prejuízo ainda não foi calculado, mas afeta quase todos os moradores. "A agricultura do interior do município foi muito afetada. Perda total", avalia o prefeito Geraldo Pauli (PMDB). Na cidade, 3.000 foram afetados e 650 casas foram danificadas.

Em Biguaçu, já em estado de emergência, 500 imóveis foram danificados e 2.000 pessoas sofreram prejuízos, principalmente com destelhamentos e prejuízos à produção agrícola. Os números são idênticos em Governador Celso Ramos. "Na região, estimamos que 10.000 pessoas tenham sido de alguma maneira afetadas", aponta o coordenador da Defesa Civil em Santa Catarina, major Márcio Luiz Alves.

No Sul do Estado, oito municípios registraram problemas. Em Içara, cerca de 40% das casas dos distritos Rincão e Barra Velha foram destelhadas, segundo a prefeitura. Araranguá, que há 15 dias foi atingida por cheias, teve destelhamento em 40 casas. No Oeste, os bombeiros militares de Chapecó socorreram pessoas em 80 imóveis afetados pelo granizo e pelo vendaval.

A previsão é de chuva até terça-feira, em todas as regiões do Estado. Até agora, os municípios mais afetados ficam próximos ao litoral. "Essa condição de trovoada, granizo e descargas elétricas se intensificou e junto com formação de baixa pressão no Rio Grande do Sul, que dá origem a uma frente fria que se desloca a Santa Catarina", explica a meteorologista Marilene de Lima, do Centro de Informação Meteorológica da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina.

Segundo ela, permanecem os riscos de alagamentos e deslizamentos de terra. Em dois radares meteorológicos administrados pelo Estado, foi registrada a intensidade dos ventos. Em Laguna, no sul do Estado, a velocidade foi de 92 km/h. Em Urubici, na Serra, 102 km/h.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos