Falta d'água faz governo do Maranhão decretar estado de calamidade

Lima Coelho
Da TV Brasil
No Maranhão

A população do Maranhão pode ficar sem abastecimento de água. O problema levou o governo a decretar estado de calamidade pública por 90 dias. A decisão foi tomada na sexta-feira (25) com base em estudos da diretoria da Companhia de Água e Esgotos do Maranhão (Caema).

Temporais deixam 8 cidades em alerta no RS; 2 homens estão desaparecidos

A região Sul do país voltou a viver momentos dramáticos no final de semana devido à chuva e ao vento



O secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, disse, na sexta-feira, que a situação é realmente de calamidade, principalmente em São Luís. Além disso, falou que a Procuradoria-Geral do Estado foi mobilizada para estudar a questão e verificar qual o mecanismo para colocar toda a estrutura do governo para atender as necessidades indicadas no estudo feito pelos técnicos da companhia de água.

A governadora do Maranhão, Roseana Sarney, encaminhou o assunto ao Ministério das Cidades.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos