Temporais deixam oito cidades em alerta no RS; dois homens estão desaparecidos

Flávio Ilha
Especial para o UOL Notícias
Em Porto Alegre

A região Sul do país voltou a viver momentos dramáticos no final de semana devido à chuva e ao vento. Balanço da Defesa Civil do Rio Grande do Sul da manhã desta segunda-feira (28) indica que oito cidades estão em situação de alerta devido ao mau tempo. Em Santa Catarina, 6.000 pessoas foram afetadas pelo mau tempo, segundo a Defesa Civil, que também informa que duas cidades decretaram situação de emergência: Antônio Carlos e Chapecó. Já no Paraná, oito municípios estão em situação de emergência devido às chuvas dos últimos dias.

SC: 2 cidades em emergência

As cidades de Antônio Carlos,
na região metropolitana de Florianópolis, e Chapecó, em Santa Catarina, decretaram ontem a situação de emergência por conta das fortes chuvas que atingiram a região durante o fim
de semana, segundo informações da Defesa Civil estadual

No RS, a situação mais grave é no Vale do Rio Pardo, a cerca de 100 quilômetros de Porto Alegre. Santa Cruz do Sul e Venâncio Aires registraram queda de árvores e chuva de granizo. Pelos menos mil casas sofreram danos nas duas cidades, segundo a Defesa Civil.

A prefeitura de Santa Cruz do Sul decretou situação de emergência. Segundo a prefeita Kelly Moraes (PTB), mais de 500 famílias estão desabrigadas em função da chuva de granizo que caiu na noite de sábado (26). Quatro bairros da cidade foram atingidos.

Nos vales dos rios Caí e Paranhana, na região metropolitana, a água não para de subir. Em São Sebastião do Caí, 100 famílias já foram removidas de casa devido à chuva. Elas foram deslocadas para abrigos em igrejas e centros comunitários. Em Três Coroas, no vale do Paranhana, desde ontem já foram removidas de suas casas 200 famílias.

As cidades mais afetadas pelos vendavais do final de semana são Venâncio Aires, Restinga Seca, Montenegro, Santa Cruz do Sul, São Francisco de Paula, Taquari, Herval e Tabaí. A Defesa Civil já está providenciando lonas e telhas para auxiliar as famílias que tiveram as casas danificadas.

Cerca de 18 mil consumidores do Estado ficaram sem luz na tarde do domingo (27). No mesmo dia, na serra gaúcha, um homem morreu dentro de seu automóvel quando foi colhido pelas águas num acesso secundário à cascata do Caracol, em Canela.

Paraná também tem chuva

Informações do Instituto Tecnológico Simepar, do Paraná, indicam que a nebulosidade é intensa no oeste e sudoeste do estado e no norte do Rio Grande do Sul. Na madrugada de hoje (28), um forte temporal atingiu essas regiões do Paraná com ventos fortes e granizo. A previsão é que as chuvas continuem hoje, com intensidade moderada a forte. O risco de enxurradas, enchentes e alagamentos continua elevado

Outros dois homens também foram arrastados pela água depois que se refugiaram sobre a cabine do caminhão em que trafegavam no limite entre as cidades de Canela e São Francisco de Paula, na barragem do Salto. Até a manhã desta segunda-feira, os dois caminhoneiros continuavam desaparecidos.

Mais chuva
Na serra, a Rota do Sol (RS-486) foi interditada mais uma vez no final de semana em função de queda de barreiras. O trecho bloqueado é entre Tainhas e Terra de Areia, na localidade da serra do Pinto. Em São Vendelino, a RS-122 também está interrompida em meia pista.

O coronel João Prates Pedroso, sub-chefe da Defesa Civil no Estado, disse que pelo menos 35 municípios transmitiram relatos de danos graves em função do mau tempo. Ele recomendou que a população evite regiões alagadas e alertou para o risco de deslizamentos. "As pessoas precisam evitar desafios. Os rios mais estreitos apresentam um volume de água muito forte", disse.

Segundo a Defesa Civil, a previsão é de que a chuva continue nesta segunda-feira, causando instabilidade nas regiões norte, noroeste e leste do Rio Grande do Sul. À tarde, a chuva deve dar uma trégua devido ao ingresso de uma massa de ar frio que deve baixar as temperaturas em todo o Estado.

Na terça-feira (29), o tempo deve ser seco e frio, mas na quarta (30) a previsão é de mais chuva.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos