Ventos e chuvas afetam 85 mil e causam danos a mais de 8.000 casas no Sul

Do UOL Notícias*
Em São Paulo

Atualizado às 14h40

As fortes chuvas e os ventos que atingiram a região Sul nos últimos dias afetaram diretamente a vida de ao menos 84.720 pessoas e danificaram ou destruíram 8.616 casas, entre residências particulares, comércios e prédios públicos, segundo informações das defesas civis de Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Nos três Estados, 10.378 pessoas foram obrigadas a deixar suas casas - 5.132 foram desalojadas e se acomodaram em casas de amigos e parentes, e 5.246 ficaram desabrigadas e foram alojadas em abrigos temporários. No total, 19 municípios decretaram situação de emergência na região.

Santa Catarina
Em Santa Catarina, as regiões mais atingidas pelo vento forte e pelas chuvas foram o litoral sul e o oeste do Estado. Em Caibi (630 km a oeste de Florianópolis), os ventos chegaram a 142,5 km/h nos últimos dois dias. Já em Celso Ramos, na Grande Florianópolis, os ventos alcançaram 138 km/h, segundo dados do Centro de Informações Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina (Ciram).
  • Ulisses Job/Agência RBS

    Na madrugada desta segunda-feira, rajadas de vento de forte intensidade provocaram danos em imóveis nos municípios de Araranguá e Sombrio, no sul de Santa Catarina


Os municípios de Urubici, Laguna, Novo Horizonte, Xanxerê, Araranguá, Campo Belo do Sul e Dionísio Cerqueira também foram atingidos por vendavais com velocidade entre 70 km/h e 100 km/h nas últimas horas, de acordo com o Ciram, que avalia se os ventos que atingiram as cidades formavam um tornado.

Ao todo, 36 municípios foram afetados pelos ventos ou pelas chuvas no Estado e mais de 39.720 pessoas sofreram algum tipo de prejuízo. Em Antônio Carlos, Biguaçu, Chapecó, Dona Emma, Governador Celso Ramos e Santa Rosa do Sul foi decretada situação de emergência, segundo a Defesa Civil Estadual. Há em Santa Catarina pelo menos 1.132 pessoas desalojadas e 2.746 desabrigadas.

Rio Grande do Sul
A situação é grave também no Rio Grande do Sul, onde mais de 4.000 pessoas estão desalojadas e 2.500 desabrigadas. Em todo o Estado, 1.313 casas foram danificadas ou destruídas, de acordo com a Defesa Civil.

As cidades mais afetadas pelos vendavais do final de semana são Venâncio Aires, Restinga Seca, Montenegro, Santa Cruz do Sul, São Francisco de Paula, Taquari, Herval e Tabaí. A Defesa Civil já está providenciando lonas e telhas para auxiliar as famílias que tiveram as casas danificadas. Decretaram situação de emergência as prefeituras de São Sebastião do Caí, Mato Leitão, Tabaí, Santa Cruz do Sul e Venâncio Aires.

Cerca de 18 mil consumidores do Estado ficaram sem luz na tarde do domingo (27). No mesmo dia, na serra gaúcha, um homem morreu dentro de seu automóvel quando foi atingido pelas águas num acesso secundário à cascata do Caracol, em Canela.

Outros dois homens também foram arrastados pela água depois que se refugiaram sobre a cabine do caminhão em que trafegavam no limite entre as cidades de Canela e São Francisco de Paula, na barragem do Salto. Até a manhã desta segunda-feira, os dois caminhoneiros continuavam desaparecidos.

Paraná
A chuva que atingiu o Paraná ontem interrompeu o fornecimento de energia em vários bairros de Curitiba. Por conta disso, os servidores que armazenam dados dos sites do governo do Estado saíram do ar entre 9h30 e 12h30, segundo a Celepar, estatal responsável pela informática no Paraná.

De acordo com a Defesa Civil do Estado, cinco municípios foram afetados pelas chuvas nas últimas horas - Curitiba, Londrina, Pato Branco, Piraquara e Ibiporã, onde 100 residências sofreram danos após serem atingidas por ventos de 80 km/h.

A previsão do Instituto Tecnológico Simepar é que as chuvas continuem hoje, com intensidade moderada a forte. O risco de enxurradas, enchentes e alagamentos continua elevado.

*Com informações de Flávio Ilha, do UOL Notícias em Porto Alegre, e da Agência Brasil

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos