Chuva em BH arrasta carros, causa alagamentos e deixa moradores sem luz

Rayder Bragon
Especial para o UOL Notícias
Em Belo Horizonte

Pelo segundo dia seguido, um forte temporal, que durou cerca de uma hora, castigou Belo Horizonte e região metropolitana na noite de quarta-feira (7). Várias ruas da capital ficaram alagadas, árvores caíram sobre vias e carros foram arrastados pela correnteza que se formou durante a tempestade. Na madrugada foi possível constatar os estragos causados pela força da água.

Ao menos um homem ficou ferido com gravidade após ter sido levado por enxurrada e ter ficado preso embaixo de um carro no bairro Floresta, região leste da cidade. A vítima foi levada para o Hospital de Pronto socorro João 23 e o boletim sobre seu estado de saúde deverá ser divulgado ainda na manhã de hoje. No bairro, vários carros foram arrastados pela força das águas.

  • Daniel Iglesias/O Tempo/AE

    Carros que estavam estacionados próximos à área da Barragem Santa Lúcia, região centro-sul de Belo Horizonte, são vistos empilhados após temporal que atingiu a cidade na noite de ontem

Segundo a Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais), na hora da tempestade, 120 mil consumidores ficaram sem luz. Na manhã de hoje, 20 mil ainda estão no escuro.

Na capital, as áreas mais afetadas foram as regiões centro-sul e sul. Carros ficaram empilhados na avenida Prudente de Morais, mesmo cenário observado na Barragem Santa Lúcia. Ruas da Savassi também foram tomadas por fortes enxurradas.Além disso, houve alagamento na avenida Cristiano Machado, um dos principais corredores de tráfego da cidade, que dá aceso à região norte, informou a BHtrans (empresa que fiscaliza e gerencia o trânsito na capital), que mantém câmeras de monitoramento do tráfego em pontos centrais de Belo Horizonte.

O Corpo de Bombeiros informou ter recebido chamadas por causa de alagamentos nas avenidas Bernardo Vasconcelos, região nordeste, e Tereza Cristina, região oeste de Belo Horizonte.

Em Contagem, a avenida Tito Fulgêncio ficou inundada e um motociclista precisou ser socorrido após tentar atravessar a enxurrada.

Morte relacionada à chuva
O corpo de um homem, que estava desaparecido desde terça-feira (6), foi encontrado na manhã de ontem por equipes do Corpo de Bombeiros. Segundo a corporação, ele foi arrastado pela correnteza de um ribeirão localizado no bairro Estoril, região oeste de Belo Horizonte. Segundo relato de um colega, ambos nadavam no local e foram surpreendidos por um forte temporal, que veio acompanhado de ventos de 60 km.

Ainda de acordo com os bombeiros, ambos teriam ingerido bebida alcoólica antes de entrar no rio. A Defesa Civil do Estado não informou se irá considerar o óbito como sendo decorrente do atual período de chuvas, que na estação anterior matou 44 pessoas em Minas Gerais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos