Desmatamento na Amazônia em agosto atinge área quase do tamanho de BH, diz estudo

Do UOL Notícias
Em São Paulo

O desmatamento na floresta Amazônia registrado no mês de agosto deste ano atingiu uma área de 273 km², território um pouco menor do que o da cidade de Belo Horizonte (MG) (que possui 330 km²) e equivalente a 32 mil campos de futebol. As informações sobre o desmatamento em agosto foram divulgadas pelo Imazon (Instituto do Homem e do Meio Ambiente da Amazônia) nesta quarta-feira (14), com base em dados do Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD).

A área desmatada é 167% maior neste ano em comparação com agosto de 2008, quando foram desmatados 102 km². No entanto, o Imazon estima que cerca de 46% (ou 125 km²) do desmatamento detectado em agosto tenha ocorrido de fato em meses anteriores, mas que não foi notado em razão da ocorrência de nuvens que impossibilitaram a visualização. Apenas 8% do território dos Estados da região Norte não puderam ser monitorados em agosto.
  • Reprodução/Imazon

    Os pontos em vermelho representam áreas desmatadas em agosto; os pontos pretos simbolizam as regiões cujo desamatamento provavelmente ocorreu em outros meses, mas o registro só foi possível em agosto; as áreas em bege correspondem a terras indígenas e as em verde a unidades de conservação


O desmatamento em agosto foi bem menor se comparado ao mês de julho de 2009, quando 532 km² foram devastados, segundo o Imazon. Em julho de 2008, porém, o total desmatado correspondeu a quase a metade da área devastada em julho deste ano.

Em agosto deste ano, 76% da área desmatada na Amazônia foi registrada no Estado do Pará. O Mato Grosso "contribuiu" com 8% do desmatamento, seguido do Amazonas (6%) e Rondônia (5%). Na soma dos outros Estados situados na Amazônia Legal - Tocantins, Amapá, Roraima e Acre (o Maranhão não foi monitorado) - foi desmatado 5% do total.

De acordo com o estudo, no Pará o desmatamento se concentrou nos arredores da BR-163 e na área de influência da rodovia Transamazônica entre os municípios de Marabá e Uruará e em São Félix do Xingu. Quase a metade do desmatamento registrado em agosto ocorreu em áreas protegidas, com destaque para as unidades de conservação Triunfo do Xingu, Floresta Nacional do Jamanxim e Terra Indígena Apyterewa, todas no Pará.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos