Qualquer arma leve de alta velocidade pode ter derrubado o helicóptero, dizem especialistas

Fabiana Uchinaka
Do UOL Notícias
Em São Paulo

Entenda

As armas leves correspondem a metralhadoras, submetralhadoras, pistolas, rifles e rifles de assalto:
Rifles de assalto como a HK33...
... ou a Kalashnikov AK-47
Metralhadoras como a PK
Pistolas como a Tokarev TT-33
Submetralhadora como a MP5

Qualquer arma leve que use projéteis de alta velocidade, como um fuzil de assalto ou uma metralhadora, pode ter derrubado o helicóptero da Polícia Militar na operação deste sábado (17) no Morro dos Macacos, zona norte do Rio de Janeiro. De acordo com especialistas em armamentos ouvidos pelo UOL Notícias, a aeronave foi derrubada porque a bala atingiu uma parte vulnerável do helicóptero.

"O alarde que estão fazendo em torno da queda, como se os bandidos tivessem uma arma supersensacional, não faz sentido. Qualquer arma de uso restrito pode ter derrubado o helicóptero. Os bandidos deram sorte de acertar em um ponto sensível. Acredito que não foi usado nenhum armamento especial, trata-se de um tiro bem colocado", disse o assessor especial da Confederação Brasileira de Tiro Prático, Frederico Monteiro.

Segundo ele, é muito difícil que uma arma leve derrube um helicóptero, mas pode acontecer. "Foi um acontecimento eventual. Os helicópteros já foram atingidos diversas vezes pelas mesmas armas e não caíram. Dificilmente um armamento desses derrubaria o helicóptero, mas houve uma união de fatores", afirmou.

O especialista em armas e especialista em Estratégia da Unicamp, coronel reformado Geraldo Cavagnari, concorda que existem muitas armas capazes de derrubar o helicóptero, que não chegam a entrar na categoria de arma pesada. Para ele, a eficiência do tiro depende do local acertado e, no caso da aeronave da PM, a bala pode ter atingido o tanque de gasolina, já que foi registrada uma explosão depois de o helicóptero pousar.

Monteiro explicou ainda que as armas usadas pelos criminosos do Rio de Janeiro são leves, mas potentes, e podem disparar de 20 a 30 balas por carregador. "São armas simples de usar. Funcionam como um revólver, mas possuem maior precisão e maior alcance. Podem alcançar 400 metros", detalhou Cavagnari.

De acordo com os especialistas, um fuzil no Brasil custa em torno de R$ 20.000 a 30.000. Mas, segundo o coronel, nos Estados Unidos, essas armas custam em torno de US$ 1.000 (cerca de R$ 1.700) e podem ser compradas por qualquer pessoa em sites de compra on-line. Aqui no Brasil, a venda de armas é controlada.

Rifle antiaéreo
O comandante do 20º Batalhão da PM (Mesquita), tenente coronel Evanir Linhares, afirmou nesta segunda-feira (19) que um rifle antiaéreo calibre ponto 30, de uso exclusivo do Exército, pode ter sido usado por criminosos para derrubar o helicóptero foi apreendido junto com armas que estavam enterradas na favela da Chatuba, onde o tráfico é controlado pelo Comando Vermelho, em Mesquita, na baixada fluminense.

De acordo com os especialistas, um rifle de calibre ponto 30 está entre as armas leves de projéteis de alta velocidade capazes de derrubar o helicóptero.

Além do rifle, a polícia apreendeu duas espingardas de calibre 12, um fuzil 762, uma submetralhadora 9 mm, uma espada, uma granada, 3.000 munições de diversos calibres, sete carregadores de fuzil, um carregador de rifle.30 e um de pistola, três coletes à prova de balas, seis carregadores de rádio e oito uniformes clonados do Bope (Batalhão de Operações Especiais).

O material foi levado para o DPO (Destacamento de Policiamento Ostensivo) da Chatuba e, em seguida, encaminhado para realização de perícia no ICCE (Instituto de Criminalística Carlos Éboli).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos