Suzane é manipuladora e agiu com frieza, diz juíza que negou semiaberto

Rosanne D'Agostino
Do UOL Notícias
Em São Paulo

Ao negar o regime semiaberto a Suzane von Richthofen, condenada a quase 40 anos de prisão pelo assassinato dos pais, a juíza Suely Zeraik de Oliveira Armani, da Vara de Execuções Criminais de Taubaté (SP), argumenta que a estudante não tem condições de conviver em sociedade, pois é "dissimulada" e agiu com "frieza e crueldade" ao cometer o crime.

Você acha que Suzane deve ter direito ao semiaberto?



Em sua decisão, a juíza afirma que exame criminológico atestou a personalidade "dissimulada" de Suzane, portanto, seu bom comportamento na prisão não é suficiente para conceder o benefício de passar a cumprir a pena trabalhando fora da prisão durante o dia.

"Constatou-se que Suzane é bem articulada, possui capacidade intelectual elevada e raciocínio lógico acima da média", escreve a juíza. Porém, "tende a desvalorizar o outro, estabelecendo relações de forma a atender exclusivamente às suas demandas pessoais e atribuindo pouca importância ao ser humano."

O laudo de psiquiatras, psicólogos e uma assistente social apontou que a estudante, embora não tenha nenhuma doença mental, possui um perfil dissimulado. Por outro lado, os que convivem com Suzane no presídio atestaram seu comportamento exemplar no processo.

Para a juíza, o bom comportamento, por si só, não garante a progressão. "Pela violência do crime cometido, é pessoa presumivelmente perigosa. Ademais, o bom comportamento pode ser meramente intencional, visando justamente à obtenção de benefícios."

"Parece claro que, antes de se colocar em liberdade uma pessoa que tenha agido com tamanha frieza e crueldade - portanto, presumivelmente perigosa- e ainda com longa pena a cumprir, o que se espera da Justiça é que bem pondere sobre a pertinência da medida", diz a juíza. "O certo é que se está diante de uma jovem de rara inteligência, com firmeza de foco e determinação de obtenção de seus propósitos, dentre eles o de matar os próprios pais", completa.

O UOL Notícias tentou contato com o advogado de Suzane, Denivaldo Barni, mas ainda não obteve retorno.

Parecer contrário
A juíza seguiu o entendimento do promotor Paulo José de Palma, que, em parecer no caso, afirmou que a estudante não tem condições de progredir para o semiaberto. "Suzane apresenta personalidade manipuladora e dissimuladora, demonstrada não apenas pela forma com que se preparou para a prática dos crimes, mas também por seu comportamento posterior, como a presença chorosa no velório e sepultamento dos pais, mentira dita ao irmão e participação no programa de televisão de abrangência nacional, agindo sob orientação de seu advogado, fatos esses que, como se sabe, são públicos e notórios", disse o promotor no parecer.

Em maio, o Ministério Público de São Paulo já havia apresentado parecer sobre o caso, também contra a concessão da progressão. Suzane requereu o benefício após decisão do ministro Og Fernandes, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), que determinou o recálculo de sua pena cumprida.

No primeiro parecer, os promotores afirmaram que Suzane é uma condenada de alta periculosidade. O documento citou a sentença que a condenou a 39 anos e meio de prisão, que exige a realização de um exame criminológico caso ela, ou os irmãos Daniel e Christian Cravinhos, também condenados, queiram a progressão de regime.

Segundo os promotores, Suzane ainda tem uma longa pena a cumprir, não demonstrou melhora ou início de ressocialização e cometeu crimes que demonstram sua "temibilidade".

Suzane foi condenada a 39 anos e seis meses de prisão pelo assassinato dos pais, Manfred e Marísia von Richthofen, ocorrido em 31 de outubro de 2002, junto dos irmãos Daniel e Christian Cravinhos. Ela está presa na penitenciária feminina de Tremembé (SP).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos