PM prende duas pessoas e apreende cinco jovens durante operação no Cordovil (RJ)

Do UOL Notícias
Em São Paulo

A Polícia Militar prendeu nesta quinta-feira (22) mais duas pessoas durante uma operação na favela da Cidade Alta, no bairro de Cordovil, zona norte do Rio de Janeiro. Cinco menores também foram apreendidos.
  • Douglas Engle/Reuters

    Policiais carregam corpo na favela do morro Santo Amaro, onde houve tiroteio nesta quarta-feira



Durante a ação, foram encontradas 223 trouxinhas de maconha, 362 sacolés de cocaína, 19 bolinhas de haxixe e uma pistola.

Os confrontos entre traficantes e policiais nas principais favelas cariocas já duram uma semana e mataram ao menos 33 pessoas.

Segundo a PM, nesta quinta-feira cinco operações aconteceram na cidade: uma nos morros de Fallet e Fogueteiro, uma no Complexo dos Lins e em Cachoeirinha, uma na Ladeira dos Tabajaras, em Copacabana, uma na favela das Kelson's, na Penha, e uma na favela Barreira do Vasco, em São Cristóvão.

Na madrugada de hoje, dois corpos de homens foram deixados no Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha. A Polícia Militar acredita que as mortes podem ter relação com os conflitos ocorridos ontem na Vila Cruzeiro. As causas das mortes dessas últimas duas vítimas ainda são desconhecidas.

Testemunhas informaram à polícia que um morador da favela levou as vítimas, já sem vida, ao hospital em uma Kombi. Segundo ele, a ação foi feita a pedido de traficantes. Os corpos tinham marcas de balas.

Outro homem foi preso durante a manhã na região de Realengo, na zona oeste, durante as operações. Segundo informações da PM, o suspeito estava na estrada Água Branca, quando foi flagrado com 50 trouxinhas de maconha e 157 pedras de crack.

Ontem, ao menos três pessoas foram atingidas por balas perdidas em locais onde a polícia entrou em conflito com traficantes. Entre as vítimas de bala perdida na quarta-feira está o estudante José Carlos Guimarães Júnior, de 18 anos, que foi atingido no abdômen, na Vila Cruzeiro. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, ele ficou com a bala alojada no fígado, mas já deixou o centro cirúrgico e passa bem.

O objetivo das ações é localizar e prender traficantes envolvidos nos ataques ocorridos no último fim de semana no morro dos Macacos, quando um helicóptero da polícia foi abatido por traficantes, causando a morte de três policiais.

Um suposto suspeito de comandar a invasão ao morro dos Macacos foi preso ontem. De acordo com a PM, o suspeito é um traficante, conhecido como Chorão, e comandaria o tráfico de drogas na favela do Jacarezinho. Um dos principais traficantes procurados é Fabiano Atanásio da Silva, o FB, 33, que atua no complexo de favelas do Alemão (zona norte).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos