Fã de Ronaldo membro do "Pânico na TV" é liberado após detenção por porte de cocaína

Do UOL Notícias
Em São Paulo

Atualizado às 17h30

  • Eduardo Knapp/Folha Imagem

    Zina em foto de arquivo grava para o Pânico na TV no Parque São Jorge e posa para fotos com torcedores a frente da apresentadora Sabrina Sato

A Polícia Militar deteve nesta quarta-feira (28) por posse de um pino que aparentava conter cocaína o personagem do programa "Pânico na TV" Marcos da Silva, conhecido como Zina. Ele foi enviado à 74ª Delegacia de Polícia no bairro de Parada de Taipas, zona noroeste da cidade, e em seguida foi liberado.

De acordo com a assessoria de imprensa da PM, agentes foram acionados depois de ouvirem relatos de que um homem armado e descontrolado estaria ameaçando pessoas na rua Capela da Lagoa por volta das 7h30. A polícia não soube informar se o homem que estaria armado era Zina.

Mais tarde, policiais da delegacia afirmaram que o personagem do programa reagiu à prisão, mas depois se acalmou. Zina foi liberado depois de assinar termo na delegacia de polícia. Ele afirmou que dará depoimento apenas em juízo e saiu do prédio encoberto por uma jaqueta marrom.

Zina não deve ser processado por conta do incidente, uma vez que a quantidade apreendida é de cerca de um grama, informou a assessoria.

Zina tornou-se atração do programa humorístico por ser fã do atacante corintiano Ronaldo, que já se encontrou com o candidato a humorista cujas aparições renderam alta audiência à Rede TV! e uma casa ao participante do Pânico. A emissora até agora não se pronunciou sobre o assunto.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos