Polícia do Rio divulga retrato falado de suspeito de matar coordenador do AfroReggae

Do UOL Notícias*
Em São Paulo

A Polícia Civil fluminense divulgou na tarde desta quarta-feira (28) o retrato falado de um dos acusados de participar do assalto que terminou com a morte de Evandro João da Silva, de 42 anos, coordenador do grupo AfroReggae, na madrugada do dia 18. A imagem foi confeccionada com base em informações passadas pelo criminoso Rui Mário Mauricio Macedo, o "Romarinho", de 35 anos, preso na segunda-feira.

Com a divulgação, a polícia espera conseguir avançar na investigação e encontrar o rapaz foragido, que seria conhecido como Renge. Os dois policiais militares envolvidos na ocorrência continuam presos. Eles não prestaram socorro a Evandro, ficaram com o produto do roubo e liberaram os suspeitos do crime.

As imagens das câmeras de vigilância de uma agência bancária e de um prédio flagraram o crime e a atuação dos policiais. O capitão Dennys Leonard Nogueira Bizarro e o cabo Marcos de Oliveira Sales chegam logo depois que o coordenador do AfroReggae é baleado. Eles rendem os assaltantes, ficam com um par de tênis e uma jaqueta roubada de Evandro e liberam os bandidos. A vítima fica agonizando sem socorro.

Repercussão
Desde o episódio, a notícia rodou o mundo. No começo da semana, um artigo no jornal francês "Le Monde" noticiou o caso em artigo cujo título era: "No Rio de Janeiro, uma polícia com comportamento criminoso". O fato também foi citado pelo jornal inglês "The Guardian". O artigo lembrou que o crime ocorreu quando o Brasil se vangloriava por vencer a disputa para sediar a Olimpíada de 2016.

*Com informações da Agência Estado

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos