Campinas registra mais uma morte por gripe suína

Bruno Bocchini Da Agência Brasil Em São Paulo

A Secretaria Municipal de Saúde de Campinas informou hoje (17) que foi registrada uma nova morte causada pelo vírus Influenza H1N1. Trata-se de um homem de 48 anos, que já possuía doença de risco.

Visite nossa página especial sobre a gripe suína


Ele recebeu assistência médica em um hospital da rede privada municipal no dia 22 de outubro, quando foi internado. O homem morreu no dia 25 do mesmo mês. O resultado foi informado à Vigilância em Saúde municipal ontem (16). Com este novo óbito, Campinas acumula 17 mortes causadas pelo vírus Influenza H1N1, sendo nove mulheres e oito homens.

Segundo a Secretaria de Saúde, até o dia 16, foram confirmados 206 casos de infecção pelo vírus. No último boletim, em 3 de outubro, o total era de 202. Dos 206 casos na cidade, 16 foram de gestantes, sendo que uma delas morreu em decorrência da doença. Tratava-se de uma grávida de gêmeos. Os bebês sobreviveram.

A faixa etária mais acometida em Campinas é a de 20 anos a 49 anos, com 63,5% das ocorrências. Na faixa etária de 15 a 19 anos, estão confirmados 25 casos. Entre 50 e 59 anos, 14. Também há dez casos em menores de 1 ano. Quanto ao sexo, as mulheres representam a maioria, com 119 casos ou 57,7% dos registros.

O último balanço do Ministério da Saúde, de 19 de outubro, mostra que foram registrados, entre 25 de abril e 10 de outubro, 1.368 óbitos por influenza A (H1N1), o que corresponde a uma taxa de mortalidade de 0,7 por 100.000 habitantes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos