No décimo dia da greve de fome, Battisti permanece com estado de saúde estável

Do UOL Notícias Em São Paulo

No décimo dia em greve de fome, o ex-ativista italiano Cesare Battisti continua com o estado geral de saúde estável, como informa boletim médico assinado nesta segunda-feira (23) pelo médico José Souza Flávio. Segundo o parecer, o também escritor está com pressão arterial de 90/70 mm Hg e com uma taxa de glicemia da ordem de 96 mg/dll.

Segundo o especialista que o examinou, no entanto, em decorrência da falta de alimentação, Batistti não deve fazer nenhuma viagem para cumprimento de determinações judiciais, o que poderia "agravar seu estado de saúde". No boletim divulgado no último dia 20, o mesmo médico informa que o italiano havia retomado o tratamento com o soro Ringer, apesar de anteriormente ter se recusado a receber tal medicação.

Histórico
Cesare Battisti, escritor e ex-ativista italiano, foi um dos chefes da organização de extrema esquerda Proletários Armados pelo Comunismo. Foi condenado a prisão perpétua na Itália por quatro homicídios. Viveu na França onde teve reiterados pedidos de extradição negados até que, em 2004, a Corte de Acusação de Paris determinou sua extradição. Ele fugiu e, em março de 2007, foi preso no Brasil, onde aguarda o julgamento de seu processo desde então.

Na última quarta-feira (18), por 5 a 4, os ministros do STF autorizaram a extradição e decidiram que o presidente Lula tem autonomia para deliberar em última instância sobre o retorno de Battisti para a Itália. A maioria dos ministros entendeu que o refúgio para o italiano não se justificava porque ele cometeu crimes hediondos, e não políticos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos