Incêndio em ônibus "foi ordem do tráfico", diz delegada de Copacabana

André Naddeo Do UOL Notícias No Rio de Janeiro


(texto atualizado às 22h52)

A delegada Monique Vidal, titular da 13ª DP (Delegacia Policial) do Rio de Janeiro, no bairro de Copacabana, disse ao UOL Notícias que a polícia tem informações de que o incêndio que destruiu um ônibus no início da noite desta terça-feira "foi ordem do tráfico". A afirmação reforça a suspeita da polícia de que o ato foi uma retaliação à operação que o Bope iniciou nesta semana na favela Pavão-Pavãozinho.

Tiroteio marca primeiro dia de ocupação de favela

  • A Polícia Militar informou no início da noite desta segunda-feira que um homem apontado como traficante de drogas morreu durante troca de tiros no primeiro dia de ocupação do morro Pavão-Pavãozinho, em Copacabana, zona sul do Rio

Um ônibus foi incendiado na avenida Nossa Senhora de Copacabana. O fogo já foi controlado. Um homem foi preso suspeito de ser o autor do crime, mas acabou sendo liberado. Mais tarde, dois menores foram detidos também sob suspeição.

O local do incidente fica próximo à entrada do morro favela Pavão-Pavãozinho, onde ocorreu nesta terça-feira uma operação do Bope da Polícia do Rio de Janeiro contra o tráfico de drogas. A polícia suspeita que o ato seja uma retaliação à operação.

Não houve feridos. O ônibus estava sem passageiros, segundo informações relatadas por testemunhas que estavam nas proximidades.

Três caminhões do Corpo de Bombeiros, além de carros da Polícia Militar e do Bope (Batalhão de Operações Especiais), foram ao local.

O ônibus estava em seu ponto final. Ele pertencia à empresa Real e fazia a linha 121, trajeto Central-Copacabana. Testemunhas que não quiseram se identificar disseram que uma pessoa jogou algo para atear fogo no veículo e fugiu em seguida. Relato de um morador de um prédio nas imediações diz que um coquetel molotov foi jogado no ônibus por um menor que passou por ali. Em frente ao ponto fica um supermercado da rede Zona Sul, que teve sua fachada danificada pelas chamas do incêndio.

O tráfego de veículos foi interrompido entre as ruas Joaquim Nabuco e Júlio de Castilhos, perto do Arpoador e do Parque Garota de Ipanema pouco depois das 18h, mas foi liberado antes das 22h, depois que o ônibus foi rebocado.

Veja o mapa com as ruas próximas do local onde o ônibus foi incendiado:


View Larger Map

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos