Após confrontos, Arruda diz que governo "reconhece a legitimidade das manifestações"

Do UOL Notícias Em Brasília

O governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido), enviou nesta sexta-feira (11) um ofício ao secretário de Segurança Pública, Valmir Lemos de Oliveira, e aos chefes das polícias Civil e Militar dizendo que o governo "reconhece a legitimidade das manifestações populares democráticas".
  • Fernando Bizerra Jr/EFE

    Cavalaria da Tropa de Choque do Distrito Federal acua manifestantes que protestavam contra o governador, José Roberto Arruda, em frente ao Palácio do Buriti, na última quarta


O texto diz ainda que "o direito dos manifestantes termina onde começa o direitos dos cidadãos de ir e vir" e destaca a importância de "preservar a integridade das pessoas".

Na última quarta-feira, manifestantes que faziam um protesto contra o governador no Palácio do Buriti entraram em confronto com policiais que terminou com três pessoas presas e oito feridas. O governador Arruda é acusado de participar de um suposto esquema de recebimento e distribuição de propinas que envolveria aliados.

A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) do Distrito Federal anunciou ontem que entrará com uma representação no Ministério Público Militar contra os policiais que agrediram manifestantes.

A entidade solicitará ao secretário Oliveira a identificação dos policiais responsáveis, para que possam ser feitas representações individuais.

Nesta sexta, o presidente do Instituto dos Advogados Brasileiros, Henrique Maués, divulgou nota em que critica a atuação da polícia no episódio. Para ele, a polícia deve "garantir o direito de reunião".

"Esperamos que a Polícia Militar do Distrito Federal, paga com recursos arrecadados do contribuinte brasileiro, venha em manifestações futuras garantir o livre direito de reunião e não usar as patas dos cavalos e os cassetetes para espancar estudantes."

"Quem precisa de polícia são aqueles que supostamente desviaram recursos públicos e não aqueles que se reúnem de forma democrática para criticar justamente aqueles que foram flagrados com dinheiro no bolso do palito ou da meia", acrescentou.

Veja a íntegra do ofício do governador:
Dirijo-me a V. Ex. no intuito de ratificar a orientação deste Governo em reconhecer a legitimidade das manifestações populares democráticas no âmbito do Distrito Federal.

Deve-se ter claro que o direito dos manifestantes termina onde começa o direito dos cidadãos de ir e vir e as forças policiais devem dar segurança às manifestações ordeiras e pacificas.
É fundamental preservar a integridade das pessoas, os direitos dos cidadãos e o livre direito de manifestação, na defesa da segurança da cidade e dos cidadãos e na preservação das instituições.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos