Prefeitura de Angra dos Reis começa a demolir casas em áreas de risco no morro da Carioca

Flávia Villela
Enviada Especial da Agência Brasil
Em Angra dos Reis (RJ)



A Defesa Civil de Angra dos Reis começou a demolir hoje (4) casas situadas em áreas de risco no Morro da Carioca, no centro do município. Depois de fazerem um levantamento topográfico na região, técnicos da prefeitura do Rio de Janeiro constataram que há possibilidade de essas moradias serem atingidas por deslizamentos de terra.

O prefeito de Angra, Tuca Jordão, assinou um decreto que proíbe novas construções nos 15 morros localizados no centro da cidade, até que o levantamento topográfico seja encerrado. Com isso, todas as áreas de risco serão identificadas e, se houver moradias situadas nesses locais, elas serão demolidas, de acordo com ele.

Só no Morro da Carioca, 100 casas serão demolidas, segundo Tuca Jordão, que esteve no local na manhã de hoje. A prefeitura iniciou o cadastramento das famílias desabrigadas, que vão receber um aluguel social de até R$ 510.

O prefeito informou ainda que serão construídas barreiras de contenção para evitar que novos deslizamento atinjam as casas localizadas na parte inferior do Morro da Carioca.

Veja onde aconteceram os deslizamentos de Angra dos Reis (RJ)

  • UOL Mapas

    Marcação em violeta mostra região do morro da Carioca, na parte continental de Angra dos Reis, no Estado do Rio de Janeiro. Está indicada em cor de laranja a região da Pousada Sankay, na enseada do Bananal, em Ilha Grande. Nos dois locais houve mortes em consequência dos desabamentos de terra causados pelas chuvas deste início de ano

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos