Governo gaúcho acompanha situação em município onde ponte desabou

Paula Laboissière
Da Agência Brasil

O governo do Rio Grande do Sul informou hoje (5), por meio de nota, que acompanha a situação no município de Agudo, onde uma ponte na SC-287 caiu sobre o Rio Jacuí, com cerca de 20 pessoas. A prioridade é resgatar todos os que estavam no local no momento do desabamento.

De acordo com o comunicado, tudo o que pode ser colocado à disposição da população está sendo oferecido. A governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius, pediu apoio ao Exército, à Marinha e à Aeronáutica.

A estimativa da Brigada Militar do Rio Grande do Sul é de que havia entre 20 e 25 pessoas na ponte. Oito foram resgatadas com vida e as demais estão desaparecidas - incluindo o vice-prefeito de Agudo, Hilberto Boeck. Quatro helicópteros, oito barcos e cerca de 55 homens trabalham na busca aos desaparecidos.

A ponte tem aproximadamente 300 metros de extensão e a parte que desabou tem cerca cerca de 100 metros. As pessoas estavam aglomeradas no local para ver o grande volume de águas e a forte correnteza do Rio Jacuí. Mais sete pessoas estavam nas proximidades da parte que desabou, mas não chegaram a cair no rio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos