900 famílias atingidas por alagamento em Atibaia (SP) estão isentas de IPTU e taxas de água, lixo e esgoto

Fabiana Uchinaka
Do UOL Notícias
Em São Paulo

Chuvas deixam mais de 23 mil pessoas fora de casa no Estado de SP; 64 morrem

As fortes chuvas que atingem parte do Estado de São Paulo já provocaram 64 mortes, desde o início de dezembro, e fizeram com que mais de 23 mil pessoas deixassem suas casas. Também são registradas 26 cidades em situação de emergência e duas em estado de calamidade pública

As 900 famílias atingidas pelos alagamentos em Atibaia, no interior de São Paulo, não precisarão pagar IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) ou tarifas de água, esgoto, lixo e de saúde por um ano. Segundo a prefeitura da cidade, o projeto foi sancionado e vale para os impostos que vencem já em janeiro.

Quem pagou o IPTU em parcela única, deve receber o benefício apenas no ano que vem. Mas aqueles que optaram pelo parcelamento ou ainda não realizaram o pagamento, serão beneficiados imediatamente.

Pelo menos 15 bairros sofrem com o excesso de chuva e o transbordamento das represas Atibainha e Jaguari, do Sistema Cantareira: Caetetuba, Parque das Nações, Kanimar, São José, 3º Centenário, Bairro da Ponte, CTB, Jardim Sueli, Vila Mira, Estoril, Parque Real, Guaxinduva, Ressaca, Parque dos Coqueiros e Alvinópolis II.

De acordo com o último levantamento da prefeitura, 150 famílias continuam desalojadas e 65 desabrigadas. As pessoas que perderam suas casas estão dividas em quatro abrigos públicos improvisados, no bairro do Caetetuba.

Auxílio moradia
Para essas 65 famílias que não tem como voltar para casa, outro beneficio está sendo estudado pela prefeitura: o auxílio moradia de R$ 300 por mês. Ainda não se sabe se o projeto será aplicado pelo município ou pelo Estado e qual será o limite de renda para que as famílias possam fazer o pedido. Mas, de acordo com a prefeitura, uma definição deve sair dentro de 15 dias.

A administração municipal alega que precisa saber exatamente quantas pessoas precisarão receber o vale-aluguel para decidir se pedirá ajuda ao governo estadual.

O número de vítimas sobe a cada dia e pode aumentar ainda mais. Ontem, a Sabesp informou o prefeito da cidade que a situação das enchentes deve se agravar nesta semana, porque não há mais como controlar a vazão na represa --a água já começou a extravasar pelos vertedouros. Enquanto isso, a prefeitura tenta proteger os moradores de uma possível enchente de maiores proporções no rio Atibaia. 

  • À esq., os bairros atingidos de Atibaia (SP). E à dir., a represa Atibainha, que pode transbordar

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos