São Paulo deixa o estado de atenção após mais um dia de caos

Do UOL Notícias

Em São Paulo

Atualizada às 00h54

A capital paulista deixou o estado de atenção, que continuava desde as 17h desta quarta-feira (3), em razão da forte chuva, informou o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências). A cidade chegou a ter mais de 30 pontos de alagamento. Os rios Tietê e Aricanduva transbordaram.

O CGE informou, às 19h, que houve extravasamento do rio Tietê na altura da Ponte do Limão até a saída para a rodovia presidente Dutra, em ambos os sentidos. As subprefeituras de Aricanduva/Formosa e de Itaquera estão em alerta por causa do transbordamento do rio Aricanduva.

A subprefeitura de Casa Verde emitiu alerta para o transbordamento do córrego Mandaqui, na zona norte, e a subprefeitura da Penha, na zona leste, para o transbordamento do córrego Tiquatira.

Estação do metrô alaga em São Paulo; veja

  • Imagens são da estação Jardim São Paulo, linha azul, registradas pelo internauta do UOL Philippe Cassapian na tarde desta quarta-feira (3)

Passageiros do metrô relataram que houve alagamento dentro de uma das estações da linha azul, Jardim São Paulo. Houve pânico. A Companhia do Metropolitano informou que a estação chegou a ser fechada às 18h10, mas foi reaberta às 19h05.

Também houve problemas nas estações da Sé e da Barra Funda, onde o Metrô precisou fazer contenção de fluxo, fechando algumas das catracas até que as plataformas não estivessem tão cheias. Às 21h30, todas foram liberadas, mas as estações ainda permaneciam lotadas. A superlotação também afetou outras estações das linhas vermelha e azul.

O temporal também interrompeu a circulação de trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) nas linhas 11-Coral e 12-Safira, entre as estações Brás e Tatuapé. Os problemas tiveram início por volta das 18h.

Segundo a CPTM, os usuários dessas linhas foram atendidos pelo Metrô, depois de fazerem a integração na estação Tatuapé (Linha 3-Vermelha) para prosseguir viagem com destino a Guaianazes e Calmon Viana. A situação foi normalizada no final da noite de quarta-feira.

De acordo com o CGE, choveu forte na região central e também na maioria dos bairros da zona leste. Nas zonas sudeste e norte a chuva foi moderada, com alguns pontos mais fortes. O bairro da Casa Verde, na zona norte, e da Penha, na zona leste, decretaram estado de alerta. Também choveu nos municípios de Guarulhos, Arujá, Poá, Ferraz de Vasconcelos e em alguns pontos do Grande ABC.

As chuvas só pararam por volta das 21h00, quando o CGE já não registrava nenhum ponte de chuva na capital e também na Grande São Paulo. A previsão é que a madrugada seja tranquila, sem pancadas de chuva até o amanhecer do dia.

 

A forte chuva que atingiu São Paulo também deixa várias áreas da cidade sem luz na noite desta quarta-feira.

Segundo a AES Eletropaulo, há registro de falta de energia em ruas de bairros como Brás, Mooca, Tatuapé, Ipiranga, Aclimação e Planalto Paulista. Também falta luz em áreas do Cambuci e do Bom Retiro.

A Eletropaulo afirma que equipes permanecem nas ruas para os reparos, mas o trânsito e os alagamentos prejudicaram o trabalho dos técnicos. Ainda não há previsão para restabelecimento total da energia na cidade.

Com informações da Folha Online e da Agência Estado

  • Luiz Guarnieri/Futura Press

    Motoristas enfrentam pontos de alagamento no túnel do Anhagabaú, na região central

 

Falta de energia

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos