Rio reforça policiamento em eventos com frequência predominante de gays durante o Carnaval

Flávia Villela
Da Agência Brasil
No Rio de Janeiro

A Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos intensificou o policiamento preventivo e diferenciado nos eventos e locais com frequência predominante de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT) no Carnaval do Rio. De hoje (12) até terça-feira (16), os policiais vão se concentrar na zona sul e nas praias da cidade onde ocorre a maioria dos bailes e desfila grande parte dos blocos de rua.

Segundo o superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos da secretaria, Cláudio Nascimento, o plano de ação, que vem sendo realizado desde 2008, pretende reduzir a prática de atos de violência e discriminação contra homossexuais, praticada principalmente por gangues e homofóbicos. O número de casos aumenta nesta época do ano.

“Pesquisa realizadas no estado mostram que 70% dos entrevistados do grupo GLBT já sofreram algum tipo de discriminação ou agressão. No carnaval, os atos de covardia contra esse grupo se intensificam. Nosso objetivo é defender o direito desses cidadãos de brincar no carnaval sem ser agredidos”, afirmou.

Nascimento lembrou que o Rio é um dos principais destinos do turismo gay no carnaval e que, por isso, a cidade tem obrigação de garantir a segurança desses visitantes. “São turistas que deixam recursos e investimentos dentro do estado e não podem sair daqui com uma má imagem do Rio, vinculada ao desrespeito e à discriminação.”

A secretária recomenda que as pessoas que sofrerem violência ou discriminação telefonem para o plantão e façam registro de ocorrência nas delegacias da discriminação e violência sofridas. Os telefones do plantão durante o carnaval são os seguintes: amanhã (13), 8311-6535; domingo (14), 8311-6536; segunda-feira (15), 8311-6537; e terça-feira (16), 8311-6538. O DDD do Rio é 021.

A organização não governamental (ONG) Grupo Arco-Íris de Cidadania LGBT também faz recomendações para um carnaval mais seguro: não aceitar bebidas de desconhecidos, para evitar o golpe conhecido como Boa Noite, Cinderela, em que a pessoa é dopada ao consumir bebidas com com pílulas; evitar sair sozinho, não levar estranhos para casa e optar por um motel; levar somente a quantidade de dinheiro necessária e evitar andar com objetos de valor, como joias, relógios e câmeras fotográficas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos